Interpol se junta à WADA em novo projeto de combate ao doping

A Agência Mundial Antidoping (WADA), a Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) e a Universidade de Universidade de Lausana lançaram um projeto conjunto chamado “Energia”, que promete combater a venda de substâncias usadas em doping, informa o site da WADA.

O projeto será voltado à luta contra substâncias usadas unicamente com o objetivo de obter ganhos de desempenho físico e resultados esportivos, como esteroides, hormônios do crescimento, peptídeos e eritropoietina.

De acordo com a WADA, a adesão à proposta será voluntária. No âmbito do "Energia" serão recolhidas informações sobre demanda e oferta de substâncias proibidas em países que aderirem ao projeto, e que receberão total acesso à análise desses dados.

WADA e Interpol cooperam no combate internacional ao doping desde 2009.