Fora de condição ideal, Pato não estreia contra Figueirense

O atacante Alexandre Pato não fará sua reestreia pelo Corinthians na tarde deste sábado, às 16h (de Brasília), contra o Figueirense. Apesar de ter agradado ao técnico Cristóvão Borges pela vontade demonstrada nos treinos, fazendo com que o treinador afirmasse que ele iria para o jogo na semana passada, a falta de condição física ideal para atuar foi determinante no veto à escalação.

“Pato não está relacionado e não vai participar desse jogo. Estamos fazendo avaliações dele e também conversando com o atleta, ele não se sente ainda pronto para participar até porque tem visto a repercussão e a expectativa da torcida quanto à sua estreia”, afirmou o técnico Cristóvão Borges.

O jogador nem sequer pôde ser visto pela imprensa no CT Joaquim Grava, já que o treino foi fechado por quase 1h20 antes da abertura do portão aos repórteres. A assessoria de imprensa do clube, porém, assegura que ele esteve em campo e seguiu para as dependências internas do local após encerrar seus trabalhos de campo.

O treinador fez questão de deixar claro a opção apenas física pela não escalação. De acordo com Cristóvão, Pato não tem qualquer problema extra-campo nem mostrou-se temeroso por ter de encarar o estádio de Itaquera logo em seu retorno para o Alvinegro do Parque São Jorge.

“Muito pelo contrário, eu queria utilizá-lo o quanto antes, usar a força que a gente tem dentro de casa, mas, infelizmente, não é o momento. Ele precisa de um tempo maior de adaptação para poder mostrar o seu maior potencial como jogador”, apontou o comandante corintiano.

Por fim, Cristóvão evitou confirmar a presença de Pato no próximo jogo da equipe, marcado para o dia 31 de julho, às 16h (de Brasília), contra o Internacional, no Beira-Rio. Talvez escolado pela inesperada ausência neste final de semana, ele preferiu esperar os treinos da semana que vem para dar um veredicto.

“Não posso fazer isso de confirmar a presença dele porque vocês (jornalistas) vão ficar me pressionando. É assim que a gente segue, esperando o resultado do trabalho de campo para chegar a uma conclusão final. A velocidade de vocês que estão de fora para determinar as coisas é muito mais rápida do que a nossa”, concluiu.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais