Homem tenta agredir Pacquiao por declaração homofóbica

As declarações homofóbicas feitas por Manny Pacquiao em fevereiro continuam repercutindo. Neste domingo, o filipino sofreu uma tentativa de agressão enquanto deixava um restaurante em Los Angeles.

Segundo a imprensa local, o homem não chegou a encostar no boxeador, uma vez que os seguranças do atleta agiram rápido a fim de controlar o agressor. Mesmo assim, o homem ainda gritou palavrões e chamou Pacquiao de homofóbico.

Em fevereiro, o boxeador fez declarações polêmicas, afirmando que homossexuais são piores do que animais. A fala repercutiu negativamente, fato que gerou o rompimento de um dos patrocínios do atleta, que desculpou-se por meio de uma rede social.

Pacquiao voltará aos holofotes neste domingo, mas desta vez por causa do boxe. O filipino encara o Timothy Bradley, dos Estados Unidos, em Las Vegas.