Carlos Miguel Aidar renuncia a presidência do São Paulo 

O cartola Carlos Miguel Aidar não é mais o presidente do São Paulo. Após cancelar uma reunião marcada para o início da tarde desta terça-feira (13), o ex-presidente Tricolor enviou um email para se despedir dos funcionários do clube e afirmar que não é mais o presidente do São Paulo.

Aidar assumiu o comando do clube em abril de 2014, e não suportou a pressão que vinha sofrendo internamente. O estopim da crise administrativa no Tricolor ocorreu na última semana, quando o, então presidente, Aidar, chegou às vias de fato com o, então, diretor de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, que se desligou do cargo após a briga. A renúncia possibilitará a Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, presidente do Conselho Deliberativo, tomar posse de forma provisória do cargo e convocar novas eleições para os próximos 30 dias. Existe também a possibilidade de Leco ser o único candidato e ter que cumprir o mandato, que seria de Aidar até 2017.

Veja a íntegra da carta enviada por Aidar:

Prezados colaboradores,

Acreditando que estejam acompanhando o noticiário, informo que nesta data me desligarei da presidência do São Paulo F.C.

Impossibilitado, naturalmente, de agradecer pessoalmente a cada um de vocês, faço-o por meio desta mensagem, na expectativa que sigam seus trabalhos em prol do Clube que servimos.

Um forte abraço e muito obrigado.

Carlos Miguel


*Por Stefano Miranda