Comissão de Ética da Fifa suspende Blatter e Platini por 90 dias

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, e o presidente da Uefa, Michel Platini, foram suspensos por 90 dias nesta quinta-feira (8/10) pela Comissão de Ética da entidade. A punição poderá ser prorrogada por m,ais 45 dias.

Jerome Valcke, secretário-geral da Fifa, que foi afastado do cargo em setembro, também foi suspenso provisoriamente por 90 dias.

Enquanto isso, a entidade seria comandada por Issa Hayatou, o presidente da Confederação Africana de Futebol desde os anos 80.

<<Blatter diz que só deixará a presidência da Fifa em 26 de fevereiro

Chung Mong-joon, ex-vice-presidente da Fifa e candidato à sucessão de Blatter, foi suspenso por seis anos de todas as atividades relacionadas ao futebol.

Jerome Valcke, secretário-geral da Fifa, que foi demitido em setembro, também foi suspenso provisoriamente por 90 dias.

Na semana passada a Justiça suíça abriu um processo contra Blatter, por suposto "pagamento ilegal" de dois milhões de francos suíços (1,8 milhão de euros) em 2011 a Michel Platini, presidente da Uefa e favorito para sua sucessão na Fifa.

Blatter é suspeito de crimes financeiros pelo Ministério Público da Suíça e pode pegar até dez anos de prisão. Recai sobre ele a suspeita de que "apropriação indevida de recursos" e "gestão desleal" por conta de ter repasso a um ex-aliado, Jack Warner, um contrato de TV para Copas do Mundo de 2010 e 2015 por US$ 600 mil. O mesmo contrato seria revendido por Warner por US$ 20 milhões.

A Comissão de Ética avaliou que, se neste três meses Blatter for inocentado pela Justiça, a suspensão é encerrada. 

A Comissão, que tem independência dentro da Fifa e é comandado pelo advogado Hans Joachim Eckert

Em 27 de maio, sete dirigentes do futebol mundial foram detidos em um hotel de Zurique a pedido da justiça americana e outros sete dirigentes e empresários foram indiciados, por escândalos de corrupção na Fifa.

Por Denise de Almeida