Mick Fanning volta a surfar e... afirma ter visto novo tubarão

Mick Fanning precisou de apenas seis dias para voltar a surfar depois de sofrer ataque de um tubarão na final da etapa de Jeffreys Bay, na África do Sul. O tricampeão mundial pegou a prancha, vestiu o Long John e partiu rumo a Hastings Point, na praia australiana de Tweed Heads, pra fazer o que mais ama pela primeira vez desde o enorme trauma. O que ele não esperava, contudo, era reviver parte do pesadelo.

Pois é. Foi no sábado que Mick Fanning retornou ao oceano para surfar. O impressionante, porém, foi que o australiano precisou novamente do auxílio de um jet-ski para deixar o mar e escapar da ameaça de outro tubarão. Tudo foi gravado pelas câmeras do programa 60 minutos , que estava acompanhando a primeira sessão de surfe do atleta desde a “quase tragédia” na África do Sul.

Por enquanto, só é possível assistir ao trailer do programa, que vai ao ar apenas no domingo. O teaser, contudo, mostra Fanning deixando o mar, apressado, em um jet-ski. Já na areia, ele relata brevemente o susto a um jornalista. O tubarão estaria rondando a praia australiana no exato momento em que Fanning surfava. “Ali está ele! Acabei de vê-lo”, afirmou o surfista, com semblante de assustado.

O vídeo de pouco mais de um minuto se encerra justamente quando Fanning relata o ocorrido. Neste mesmo dia, outra praia da região de New South Wales, na Austrália, teve de ser evitado por banhistas pela presença de um tubarão na água.

É bom o tricampeão mundial usar um pouco de sal grosso para tirar essa zica, hein? No Instagram, pelo menos, ele apenas comemorou a primeira sessão de surfe pós-ataque ao postar foto à beira do mar. Até mesmo o havaiano três vezes campeão Andy Irons, que morreu em 2010, foi lembrado. “Primeiro surf. Me sinto muito bem. Surfei sozinho, mas tinha o Andy no meu pensamento. Parabéns, irmão”, escreveu, na legenda da imagem publicada no dia do aniversário de Andy.