Léo Moura visita Ninho, e Cristóvão dá treino tático no Fla

Foram quase duas horas de treinamento nesta quinta-feira. O técnico Cristóvão Borges fez os jogadores suarem a camisa no Ninho do Urubu, em preparação para o clássico contra o Vasco da Gama, às 16h deste domingo, na Arena Pantanal. A atividade aconteceu com a presença do lateral direito Léo Moura, um dia depois da polêmica sobre a contratação por parte do time cruzmaltino. O presidente alvinegro, Eurico Miranda, chegou a dizer, inclusive, que o ídolo flamenguista "encheu o saco" para jogar no rival.

A tendência é que Léo Moura assine contrato de 18 meses com o Coritiba nos próximos dias. No entanto, o jogador ainda vai definir se quer mesmo deixar os Estados Unidos, país que mora nesta temporada. A presença do atleta no treino for marcada por uma conversa com o atacante Emerson Sheik, que comentou em entrevista o encontro com o colega de profissão.

"Sinceramente, não quero nem me meter nisso. Léo é meu amigo, nem sei da história direito, porque nem tive tempo de conversar com ele direito. Estávamos falando de filhos e família. Não gostaria de me meter, porque é um assunto particular. Se me pedisse opinião, daria a minha opinião a ele", resumiu o ex- Corinthians.

Em campo, Cristóvão fechou a primeira metade do treinamento, tempo que usou para trabalhar questões táticas com os comandados. Liberada a presença da imprensa, os atletas fizeram atividades técnicas. Em uma metade do campo o comandante guiou finalizações e, na outra, Jayme de Almeida fez treino específico com zagueiros.

O Flamengo ainda treina nesta sexta, na Gávea, às 14h30. Depois, a delegação embarca para Cuiabá, no Mato Grosso, local do jogo contra o Vasco.