Léo Moura ironiza Eurico, mas confirma que procurou Vasco

A história Léo Moura/ Vasco continua confusa, mesmo após mais uma versão apresentada nesta quarta-feira. Depois de o presidente do clube, Eurico Miranda, dizer que o lateral “encheu o saco” pela transferência que fracassou, e ter a história em parte corroborada por Romário, o ex-flamenguista postou um texto - bastante confuso - no Instagram tentando se explicar. Em algumas partes ele rebate Eurico, mas em outras confirma que procurou o Vasco como opção para a volta ao futebol brasileiro.

“Meu primeiro contato, quando decidi que precisaria voltar ao Brasil por um problema familiar, foi com Flamengo, por respeito, gratidão, e pela minha história no clube. Depois foi o Vasco e em seguida outros clubes”, disse o lateral, que na sequência confirmou a ligação a Romário.

“Realmente falei com o Baixola cogitando a possibilidade (...), Ele ligou para o Eurico que pediu para ligar para seu filho! Para o Eurico jamais na minha vida ligaria. Em 2002, quando fiquei sem receber, eu não liguei para ele, imagine agora!”, disse, neste caso em uma versão que converge com a de Eurico, que também disse não ter falado com o jogador.

Porém, a pergunta que fica é: Léo Moura iria jogar no Vasco evitando contato com o presidente? Na sequência do desabafo, o lateral disse que recebeu uma proposta, mas em nenhum momento disse que aceitaria. E ironizou por Eurico dizer que, para ele, a palavra tem mais valor que contrato assinado.

“Estou em paz, tranquilo, mesmo com todos julgamentos. Acredito que tomei a decisão certa em não aceitar o convite, mas tem um porém: se for contratar de boca sem nada assinado, até o meu time de Fut 7 "Amigos do LM" pode anunciar que contratou o Messi. Concordam?”, disse.

Leia a íntegra do texto publicado pelo jogador

Vou esclarecer um pouco essa polêmica com meu nome que o presidente aproveitou e fez pra mudar o foco da real situação do seu clube.Meu primeiro contato quando decidi que precisaria voltar ao Brasil por um problema familiar foi com Flamengo,por respeito,gratidão e pela minha história no clube e depois foi o Vasco e em seguida outros clubes. 

Realmente falei com o Baixola cogitando a possibilidade, com quem tenho amizade e foi o cara que me levou em 2002 para o clube, que ligou p o Eurico que pediu pra ligar p seu filho!Para o Eurico jamais na minha vida ligaria, em 2002 quando fiquei sem receber eu não liguei para ele,imagine agora! - Falei com o Zé Luiz inúmeras vezes de vários assuntos e inclusive sobre a situação que se encontra o clube hoje e é um cara que sempre tive bom relacionamento e sempre falamos de tudo e com o Paulo que também tenho um bom relacionamento e tinha trabalhado com ele no Flu!Cogitei a possibilidade de voltar ao Rio pois a principio queria ficar na minha cidade e perto da família...o Zé me ligou me convidando para ir a sua casa conversar e realmente me fez a proposta no outro dia apos a derrota deles para o Sport Recife...

Talvez o meu maior erro foi ter sentado para ouvir a proposta deles, pois dentro de mim estava incomodado fazendo isso,mas fui ouvir como qualquer profissional e depois do papo pedi para ligar p meu empresario. Decidi não aceitar pois dentro do meu coração falou mais alto a identificação e o carinho que tenho pelo Fla e pela Nação que sempre me carregou no colo e nos momentos difíceis esteve ao meu lado e não merecia isso jamais!! 

Se sentei pra ouvir,errei e reconheço,mesmo sendo um profissional! Mas a forma mais correta foi ouvir meu coração e minha família e não aceitar ir.Estou em paz,tranquilo mesmo com todos julgamentos,acredito que tomei a decisão certa em não aceitar o convite,mas tem um porém: Se for contratar de boca sem nada assinado até o meu time de Fut 7 "Amigos do LM" pode anunciar que contratou o Messi..concordam?

Minha história é limpa e sempre fui e sou querido em qualquer lugar que chego!! - Vida que segue! O importante e ser feliz!Ponto!