Guerrero pode fazer só mais dois jogos pelo Corinthians

Autor do gol do título mundial de 2012, o atacante Paolo Guerrero vive os seus últimos momentos com a camisa do Corinthians. Tanto a diretoria do time quanto os empresários já confirmaram que não houve acordo financeiro para a renovação do contrato que vai até 15 de julho. O ídolo corintiano pode fazer apenas mais dois jogos pelo time antes de se despedir da torcida. A conta de partidas, contudo, pode subir para sete a depender de outros fatores.

O motivo do jogador fazer poucas partidas pela equipe é a Copa América. Maior ídolo do futebol peruano na atualidade, Guerrero está entre os 30 pré-convocados pelo ex-técnico palmeirense Ricardo Gareca para a competição entre seleções e com certeza estará na lista final de 23.

A data de apresentação do corintiano ainda é incerta: os jogadores locais peruanos já começam a treinar nesta segunda, mas os estrangeiros irão se apresentar aos poucos na sequência. No entanto, Guerrero deve se apresentar no máximo até a próxima segunda-feira (1), já que o Peru tem o único amistoso da preparação no dia 3 de junho, contra o México.

Sendo assim, o peruano teria apenas dois jogos até ir ao Peru: contra o Fluminense, neste domingo, e contra o Palmeiras, no próximo fim de semana, em clássico que pode marcar a despedida do maior artilheiro estrangeiro da história corintiana.

Após a Copa América, a presença de Guerrero em jogos do Corinthians até o dia 15 de julho depende de três fatores: o desempenho do Peru no torneio, o interesse de Tite em colocá-lo em campo às vésperas do fim do contrato e a vontade do atleta, que pode já estar até lá acertado com outro time.

Na primeira fase da Copa América, classificam-se os dois primeiros e os dois melhores terceiros entre os três grupos para a fase seguinte. Se o Peru, que divide o Grupo C com Brasil, Colômbia e Venezuela, não conseguir avançar ao mata-mata, Guerrero, em teoria, voltaria ao Corinthians em 22 de junho e poderia fazer ainda mais cinco jogos pelo time alvinegro e se despedir no Maracanã contra o Flamengo, que pode até ser seu futuro time.

A possibilidade do Peru ir até a final ou decisão do terceiro lugar, posição alcançada na última edição do torneio com Guerrero como artilheiro isolado da competição, faria o atacante voltar a São Paulo apenas em 6 de julho e, com isso, disputar apenas mais dois jogos com a camisa alvinegra, caso haja interesse.