Aranha aceita acordo e desiste de ação contra o Santos 

O goleiro Aranha, enfim, chegou a um acordo amigável para deixar o Santos. O jogador aceitou retirar a ação trabalhista que movia contra o clube e assinou nesta terça-feira a rescisão de seu contrato, que ia até 31 de dezembro deste ano. O provável destino, agora, é o rival Palmeiras.

O clube ainda precisará pagar uma série de atrasados com o jogador: parte dos direitos de imagem, o salário de dezembro, 13º e outros benefícios.

Antes do acordo, o ex-camisa 1 santista sofreu com diversas tentativas frustradas para deixar o clube, com liminares indeferidas, a última delas no último dia 21.

Na ocasião, o juiz responsável, Samuel Angelini Morgero, decidiu não conceder liminar motivado pela falta de acordo entre as partes e marcou nova sessão para o próximo dia 30, às 14h (de Brasília), que deve ser cancelada.

A decisão tinha como base o fato da janela de transferências continuar aberta até 31 de janeiro, não atrapalhando o futuro do jogador.

Até então, somente o lateral esquerdo Eugenio Mena conseguiu sair por meio de liminar judicial. O jogador está próximo de ser anunciado pelo bicampeão brasileiro Cruzeiro.

O volante Arouca, por sua vez, teve negado três liminares. Os advogados do jogador solicitaram que a juíza do caso, da 6ª vara do Trabalho de Santos, reconsiderasse a decisão de indeferimento tomada na última quinta, mas não foram acatados. O camisa 5 santista também tem acordo encaminhado com o Palmeiras e espera por desfecho positivo na audiência, também marcada para o próximo dia 30.

Outro que viu a sua situação dificultada foi o centroavante Leandro Damião, que viu o juiz Ítalo Menezes de Castro, da 4ª Vara do Trabalho de Santos, não apenas indeferir a liminar solicitada por seus advogados como, também, negar o benefício de justiça gratuita, o pedido de tramitação sob segredo de Justiça e ainda condenou o jogador a pagar multa de 1% sobre o valor da causa para "indenizar os prejuízos da parte contrária" e em 20% também do valor da causa por enxergar "má fé" de Damião.

Apesar de perder alguns jogadores, o Santos anunciou seis reforços: os meias Chiquinho, Marquinhos Gabriel e Elano, o zagueiro Werley, o centroavante Ricardo Oliveira e o volante Valencia. O clube ainda tem acertada a contratação do goleiro Vanderlei, do Coritiba, aguardado nesta terça para exames médicos.