Botafogo pode voltar a usar Engenhão ainda este ano

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, garantiu nesta quarta-feira que o Botafogo não terá problemas para a utilização do estádio do Engenhão – mesmo em meio a obras para a realização dos Jogos Olímpicos Rio 2016. O Engenhão será o estádio no qual serão disputadas as provas de atletismo da primeira Olimpíada na América do Sul e passa por reformas estruturais há um ano e meio.

“A pista de atletismo vai ser refeita, mas isso vai ficar para 2016. E mesmo assim é possível jogar futebol com a pista sendo refeita”, analisou o prefeito em conversa com os jornalistas no último dia de visita dos membros da comitiva do Comitê Olímpico Internacional que inspecionam a capital fluminense para verificar o andamento das obras.

Paes confirmou também que o estádio será entregue ao Botafogo, que arrendou a arena, “até o final do ano, entre novembro e dezembro”. “As obras já estão na reta final”, completou.

Ainda para os Jogos de 2016, um total de 15 mil assentos provisórios serão instalados atrás dos dois gols, aumentando a capacidade para 60 mil espectadores. “Você tem muita coisa que se ajeita internamente, então é perfeitamente compatível a utilização do estádio com as obras”, afirmou.

O Engenhão está interditado desde março de 2013, quando um laudo técnico de uma empresa alemã confirmou que os arcos da cobertura do estádio ofereciam riscos aos torcedores - dependendo da velocidade do tempo, poderia ceder e cair.

Após a entrega, o Botafogo sana desta forma um dos seus principais gargalos administrativos – uma vez que perdeu diversas receitas com a não utilização da arena. É provável que o estádio seja utilizado nos jogos finais do Campeonato Brasileiro ou somente no Campeonato Carioca de 2015.