Basquete: argentino do Flamengo é eleito melhor jogador da final

O Flamengo conquistou um título com a cara da garra argentina de Nicolas Laprovíttola, armador eleito melhor jogador (MVP) da final da Copa Intercontinental. Com o troféu nas mãos, Nico, como é conhecido entre o grupo, sorria sem parar com a conquista “Muito, muito feliz com tudo isso. Por estar no clube, com essa torcida incrível. Mas ainda falta muito, a temporada está apenas começando para nós”, disse.

Laprovíttola foi importante não apenas dentro de quadra, mas também fora. “Foi de grande ajuda para eu conseguir uma casa para morar, para me ensinar um pouco do idioma e ajudar a me entender com o grupo”, disse Hermann, argentino que chegou ao clube a apenas duas semanas e já se sente um a mais. “Já sei até cantar alguma das músicas da torcida”, afirmou o campeão olímpico pela argentina em Atenas 2000 e agora campeão do mundo pelo Flamengo.

O técnico José Neto disse que a atuação do camisa 7 foi fundamental para fazer o Flamengo ter domínio do jogo. “Foi importante na condução da partida, dando cadência ao jogo e dando o toque certo ao time”, disse. Para o técnico, a vitória é prova de que o basquete brasileiro está voltando a crescer.