Weidman sobre A. Silva: "até quem estava de fora queria socá-lo"

?Duas semanas depois do histórico nocaute que conseguiu sobre Anderson Silva, o americano Chris Weidman afirmou em entrevista à TV Globo que se sentiu desrespeitado pelo brasileiro. Para Weidman, a atitude do adversário na disputa do cinturão dos pesos médio do UFC irritou não somente seus torcedores, como os fãs de Anderson. 

"Eu sabia que ele ia tentar me desestabilizar, bagunçar minha cabeça. Mas acho que faltou respeito, ele nem me cumprimentou antes da luta. Até quem estava fora queria socá-lo...Quando eu estava em cima dele no chão, poderia dar tapinha, para querer mostrar que sou melhor, mas não fiz isso. Botei ele no lugar dele", disse.

Weidman afirmou que ainda não consegue ter a sensação completa de que nocauteou Anderson Silva. "Foi sensacional. Lutei com o melhor de todos os tempos. Nocautear o Anderson Silva foi fantástico, por tudo que está acontecendo. Agora eu vejo que foi maior que imaginava", afirmou o americano, que disse que com o dinheiro da luta irá comprar uma nova casa para sua família, que foi atingida há um ano pelos estragos do Furacão Sandy. 

Sobre a revanche, marcada para o mês de dezembro, Weidman afirma que não sabe se o resultado será diferente, mas que não faltará respeito da parte dele com relação a Anderson Silva. "Eu vou treinar ainda mais, treino pensando que vou voltar para casa e fiz o melhor para minha família, (fiz) por eles. Fiz o melhor que eu posso...Muita gente diz que vai ser diferente, eu já mostrei que posso ganhar. Vou fazer tudo como da primeira vez e vou continuar sendo um cara que cumprimenta ele antes da luta".