Possível protesto no Rio faz Fluminense cancelar treino da tarde

Vizinho do Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro, o Fluminense cancelou o treino que aconteceria na parte da tarde desta sexta-feira, nas Laranjeiras, devido à possibilidade de haver manifestações bem ao lado do seu campo.

Na parte da manhã, o grupo realizou apenas exercícios físicos no gramado. O técnico Abel Braga não participou da atividade e ficou nas dependências do clube. O trabalho não durou nem uma hora e os jogadores foram para a academia. Apenas Deco, Anderson e Marcos Júnior, que estão voltando de lesão, ficaram no campo fazendo um treino especifico de recondicionamento.

Já o meia Thiago Neves, que estaria sendo negociado para o futebol asiático, Wellington Silva, Kennedy e Rafinha continuam no departamento médico e não vem treinando com o elenco tricolor. Uma reunião na tarde desta sexta-feira pode selar a venda do meia para o Al-Hilal, clube que já defendeu, ou para o Al-Shabab.

O Fluminense volta a campo no próximo dia 7 de julho no clássico contra o Botafogo. O jogo será realizado na Arena Pernambuco, no Recife.