Espanha treina e dá folga a dupla de zaga

Cerca de 24 horas depois de bater a Itália nos pênaltis em 120 minutos de jogo em Fortaleza, a Espanha optou pelo descanso em sua primeira atividade realizada no Rio de Janeiro em campo anexo do Estádio Engenhão. Os titulares realizaram apenas uma corrida e alongamentos. Desgastados, Sergio Ramos e Piqué não participaram de atividade sem "tiki taka", o tradicional toque de bola dos espanhóis.

Zagueiros titulares da Espanha, eles fizeram apenas reforço muscular para tentar recuperar a forma ideal até a final da Copa das Confederações, marcada para o domingo, no Maracanã. Ramos, por sinal, é o mais desgastado: ele é o único espanhol a ter participado de todos os quatro jogos da competição. Diante do Taiti, Vicente del Bosque optou por uma formação inteiramente reserva.

Preservados contra a Itália, na semifinal, Cesc Fàbregas e Roberto Soldado devem superar desgastes musculares para retornar contra o Brasil, no domingo. Já nesta sexta, eles treinaram normalmente com os demais reservas. Únicos a trabalhar com bola, os suplentes atuaram em espaço extremamente reduzido do campo, apenas da linha de fundo até a intermediária.

O esboço da equipe a ser escalada por Vicente del Bosque, imagina-se, só será possível saber no treinamento de sábado. Titular contra a Itália, Fernando Torres teve atuação ruim e está cotado para deixar a equipe, justamente, para dar lugar a Fàbregas. Quem também pode ser acionado é o volante Javi Martínez.