Usain Bolt vai a Copacabana, conhece pista e bate-bola com a criançada

O homem mais rápido do mundo conheceu nesta sexta-feira (29) a pista de sua primeira competição no Brasil, o Desafio Mano a Mano, que ocorre neste fim de semana, na Praia de Copacabana. A manhã de sexta também teve ação com crianças e atenção especial para os fãs que se aglomeraram na areia e calçadão.  

Além do "reconhecimento do terreno", o campeão olímpico participou de uma corrida com 80 crianças entre 8 e 14 anos, do Programa  Atletas do Futuro, do SESI. O jamaicano acompanhou com muito bom humor as crianças no percurso de 150 metros na mesma pista em que ele vai tentar quebrar o seu próprio recorde (14,35s) neste domingo. 

Como não poderia deixar de ser, a presença de Bolt na arena montada na Praia de Copacabana causou alvoroço nos que caminhavam pelo calçadão ou pela areia. Com o carisma característico, o jamaicano distribuiu simpatia, tirando fotos e dando autógrafos. Na tarde desta sexta-feira, todos os atletas que participarão do Desafio Mano a Mano realizarão os primeiros treinos na pista da competição, das 15h às 17h.

Os velocistas Alex Quiñónez e Daniel Bailey e o atleta paralímpico Jerome Singleton fizeram o aquecimento com a garotada. Bailey destacou a importância do encontro. “É emocionante conhecer esses jovens, estar aqui com meus amigos passando um pouco das nossas experiências”. Quiñónez concorda com Bailey: “Estou contente de passar uma boa mensagem para esses meninos e meninas.” As marcas atingidas por Singleton, um dos paratleta mais rápidos do mundo despertaram o interesse dos jovens. “Esperei muito por esse encontro. Espero não ser derrotado”, disse Singleton que é cientista da Nasa.  

Segundo Felipe Fagundes, coordenador Nacional do Projeto SESI Atleta do Futuro, o objetivo de reunir as crianças com mitos do esporte é mostrar para elas que é possível realizar sonhos. “Só é preciso criar oportunidades”, disse Felipe.

A história de Bolt comprova o que disse Felipe. O campeão correu em pistas regionais e ganhou as primeiras medalhas de ouro aos 15 anos. Na Jamaica, o atletismo mobiliza 615 mil jovens e atrai milhares de pessoas aos estádios.

Além de Bolt, estarão presentes  os atletas Alex Quiñónez, Daneil Bailey, Jerome Singleton, Alan Fonteles, Sandro Viana, Bruno Lins, Nilson André, Ailson Feitosa, Rosângela Oliveira, Evelyn dos Santos, Vanda Gomes e Franciela das Graças.