Corinthians: jogadores fazem compras e ignoram terremoto e ameaça de tsunami

Nagoya -   O terremoto de 7,3 graus de magnitude que atingiu o lado leste do Japão nesta sexta-feira parece não ter abalado o elenco do Corinthians, que está no país para a disputa do Mundial de Clubes. Os jogadores do time alvinegro faziam compras e passeavam por Nagoya no momento do incidente, ocorrido por volta das 17h locais (6h de Brasília).

O zagueiro Paulo André foi um dos que comentou sobre o terremoto, mas avisou que sequer sentiu o tremor de terra. "Bom dia, Brasil. Acabei de chegar no hotel. Fiquei sabendo do tremor/terremoto aqui no Japão mas não senti nada... Ainda bem!", comemorou o atleta, por meio de seu Twitter. Os hóspedes do Hilton, onde está a delegação paulista, também avisam não terem percebido nada.

A maior parte do elenco alvinegro tinha saído às compras no momento do terremoto, que deixou o Japão em estado de alerta por um possível tsunami. As televisões do país não param de noticiar o assunto e se mostram extremamente preocupadas com a chance de haver novas ondas gigantes na terra do sol nascente.

Enquanto o Japão se preocupa com ameaça de tsunami em toda a costa leste do país, o Corinthians pensa apenas na disputa do Mundial de Clubes. Apesar de ser uma cidade litorânea, Nagoya não está nas partes que poderiam ser afetadas pela fúria do mar,  consequência do terremoto ocorrido nesta sexta. A equipe paulista estreia pelo torneio no dia 12.