Flu é coroado na festa de premiação do Campeonato Brasileiro de 2012

O Fluminense foi o grande homenageado da festa de premiação do Campeonato Brasileiro, organizada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e realizada em São Paulo nesta segunda-feira. Além de receber oficialmente a taça de campeão, o time que conquistou o tetra teve cinco integrantes na seleção do campeonato – Diego Cavalieri, Carlinhos, Jean, Fred e o técnico Abel Braga. O atacante, que marcou 20 gols e foi o artilheiro, também foi escolhido o craque do Brasileirão.

O presidente da CBF, José Maria Marin, fez a abertura da cerimônia de premiação e homenageou o tetracampeão.

"Queria parabenizar o Fluminense começando pelo seu jovem e competente presidente Peter Siemsen, todos os seus sócios e simpatizantes, o técnico Abel Braga, que fez um grande trabalho, e toda a comissão técnica. E, claro, os grandes responsáveis por essa conquista, que são os jogadores do Fluminense. Parabéns a todos", disse Marin.

O tetracampeonato foi conquistado com três rodadas de antecedência, no dia 11 de novembro, na vitória de 3 a 2 sobre o Palmeiras. A marca era inédita: até então, nenhuma outra equipe tinha conquistado o título nesta rodada com o número de pontos alcançado pelo Flu, 76, na história do Brasileirão com 20 clubes.

Segundo o presidente Peter Siemsen, o título é a coroação de uma temporada muito boa e de um trabalho árduo feito por todo o clube.

"Parabéns à CBF. A festa está maravilhosa, está linda. É um orgulho muito grande o Fluminense ser premiado aqui, hoje, como o legítimo campeão e com diversos jogadores na seleção do Campeonato Brasileiro. Este é o reconhecimento do trabalho duro de muita gente. Estou muito feliz", afirmou.

Na história

Além dos jogadores da seleção do campeonato, Deco e Thiago Neves, craques já consagrados, tiveram participação fundamental na conquista, assim como a zaga, que foi a menos vazada da competição. Gum, Leandro Euzébio, Digão, Anderson e Elivélton se destacaram.

A participação da base também foi fundamental numa competição que exige um elenco forte. Ao todo, 12 dos 29 atletas utilizados pelo técnico Abel Braga durante o Brasileirão vieram de Xerém, marcando 16 dos 61 gols da equipe, 26% do total, com destaque para Wellington Nem, Samuel e Marcos Jr.. A mescla de atletas formados na base com craques já consagrados foi uma determinação da atual diretoria, para valorizar os novos talentos e equilibrar o elenco, e se mostrou acertada.

Tantos dados positivos serviram para, curiosamente, marcar a história do clube. A exemplo de 1984, o Fluminense também foi campeão carioca e brasileiro na mesma temporada, sendo que em 84 os treinadores eram diferentes e, agora, Abelão foi o técnico nas duas conquistas.

Site do Flu