Após título, Falcão descarta vaidade: "Tô aqui com a cara toda torta"

Heptacampeão do Mundial de Futsal com a Seleção Brasileira na manhã deste domingo,  após a vitória por 3 a 2 sobre a Espanha na prorrogação, Falcão não esqueceu das dificuldades que sofreu durante a competição. 

Maior nome da equipe, o atleta quase ficou de fora do torneio após uma lesão na panturrilha, e ainda teve que enfrentar uma paralisia facial por conta de estresse. Mas nem isso impediu Falcão de ajudar a equipe na Tailândia. 

"Estou tendo o privilégio de presenciar um momento como esse. Joguei alguns minutos em cada partida, estou aqui com a cara toda torta, mas não estou nem aí para vaidade", destacou Falcão, que marcou o gol que levou a decisão para a prorrogação no segundo tempo, quando a Espanha vencia por 2 a 1,  em entrevista para a TV Globo. 

>> Com gol heroico na prorrogação, Brasil vence Espanha e é hepta

>> Internautas comemoram heptacampeonato do Brasil no futsal