Em noite de estreias, Coritiba faz 3 e aumenta pressão no Fla 

O Coritiba fez valer o mando de campo e o tabu de não perder há 14 anos na capital paranaense para passar fácil pelo Flamengo por 3 a 0 e voltar a vencer após duas derrotas consecutivas e a demissão do técnico Marcelo Oliveira. Em partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, o novo comandante, Marquinhos Santos, armou o time com o estreante Deivid no ataque e viu Lincoln, Rafinha e Everton Ribeiro marcarem para distanciar a equipe alviverde da zona de rebaixamento.

A vitória diante dos cariocas fez o Coritiba chegar aos 25 pontos e respirar um pouco mais aliviado na competição. O time paranaense subiu uma posição e agora é o 15º colocado. Já para o Flamengo, a terceira derrota consecutiva ligou um sinal de alerta, já que a equipe continua com 27 pontos, em 13º, mas vê os rivais da parte de baixo da tabela subirem.

As duas equipes entraram no Estádio Couto Pereira pressionadas pelos maus resultados dos últimos jogos. O Coritiba demitiu o técnico Marcelo Oliveira e precisava do resultado para respirar um pouco mais aliviado no Brasileiro. O atacante Deivid estreava com a camisa alviverde justamente contra seu ex-clube.

Em partida bastante movimentada, as duas equipes procuraram buscar o jogo desde o início. O Flamengo esbarrava na falta de criatividade do meio e na desorganização tática. O Coritiba tinha boa movimentação dos jogadores de frente e fez a superioridade logo aos 17min, quando abriu o placar com Lincoln. Abatido, o Flamengo não teve poder de reação para empatar no primeiro tempo.

Na segunda etapa, o time visitante voltou mais ofensivo, mas foram os mandantes que chegaram ao segundo gol. Rafinha aproveitou bobeada de Welinton, roubou a bola, tabelou com Lincoln e bateu na saída de Felipe. O Coritiba ainda fez mais um com Everton Ribeiro em um belo chute para sacramentar a vitória em noite de estreias.

Na próxima rodada, o Coritiba tenta continuar sua recuperação no Brasileiro diante do lanterna Atlético-GO, na próxima quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Serra Dourada. Já o Flamengo vai a Santos enfrentar a equipe alvinegra na Vila Belmiro, também na quarta-feira, às 22h (de Brasília).

O jogo

As duas equipes entraram em campo pressionadas por duas derrotas consecutivas e precisando da vitória para aliviar a má fase. Jogando em casa, o Coritiba entrou na partida com vários estreantes. Além do técnico Marquinhos fazer a primeira partida no comando do time, o peruano Raúl Ruidíaz e o ex-atacante rubro-negro Deivid também faziam sua primeira partida com a camisa alviverde.

O jogo começou bastante equilibrado no Couto Pereira. Com as duas equipes povoando bastante o meio-campo, a partida ficou bastante truncada e com muita marcação por ambos os lados. Lincoln era quem tentava armar as jogadas para o time paranaense, enquanto o Flamengo aguardava o adversário para explorar a velocidade de Negueba e Vagner Love.

Mais organizado, o Coritiba levava perigo à meta rubro-negra. Em rápida jogada aos 17min, o time da casa abriu o placar. Lincoln recebeu lançamento pela direita, cortou o zagueiro Frauches e bateu no canto para fazer 1 a 0. O gol abateu os visitantes, que continuavam sem padrão de jogo e perdidos no meio. Aos 24min, quase Ayrton amplia após soltar uma bomba da direita.

Após uma primeira etapa apática, o técnico Dorival Júnior lançou Adryan no lugar de Luiz Antônio e o Flamengo ficou mais ofensivo. Nos primeiros 10min o time teve bom volume de jogo e quase empatou com Magal. Mas, aos 12min, Welinton tentou sair jogando, Rafinha tomou, tabelou com Lincoln e bateu na saída de Felipe para ampliar, 2 a 0. Abatido, o Flamengo tentava chegar mas esbarrava na falta de criação e na desorganização tática.

Com a vantagem no placar, o Coritiba se fechava no campo de ataque à espera de um contra-golpe para sacramentar a vitória. Aos 26min, Deivid fez belo lançamento para Everton Ribeiro, que mandou um foguete com a perna direita para estufar a rede e marcar o terceiro.