De volta após suspensão, Thiago Silva cai para ídolo local em UFC sueco 

Afastado do octógono há mais de um ano, Thiago Silva viu uma derrota em seu retorno ao Ultimate Fighting Championship (UFC). Neste sábado, em Estocolmo, o paulista foi superado pelo sueco Alexander Gustafsson no evento principal do UFC on Fuel TV: Gustafsson x Silva em decisão unânime dos juízes (30/27, 30/27 e 29/28) após ser dominado durante a luta.

Silva fez sua última participação em 1º de janeiro de 2011, pelo UFC 125, em que venceu Brandon Vera por decisão unânime. O resultado, porém, foi cancelado após ser detectada que a urina dada pelo brasileiro para exame antidopagem não era de origem humana. Afastado desde então, ele foi escalado para substituir Rogério Minotouro na luta principal.

Pressionado pela torcida sueca, o brasileiro tentou avançar contra o adversário e recebeu um contragolpe que o derrubou. O paulista, porém, soube se defender, e levou a luta de volta ao jogo em pé.

Silva conseguiu deixar o duelo mais equilibrado no segundo round e levou a luta para a grade. Gustafsson, porém, recuperou a distância em relação ao brasileiro, e conseguiu para si mais uma vez a vantagem nos pontos usando seus chutes.

Thiago Silva buscou ser mais ofensivo no round final, ciente de que precisava nocautear o rival já que a vitória por pontos seria improvável. Enquanto isso Gustafsson fazia uma luta inteligente, e segurou o adversário usando o clinch. Ao fim, o sueco viu a torcida da casa comemorar sua vitória unânime.

Esta foi a terceira derrota brasileira no UFC on Fuel TV: Gustafsson x Silva. Antes da luta de Thiago Silva, Paulo Thiago e Diego Nunes foram derrotados, deixando o País sem triunfos no evento disputado em Estocolmo.