Em reencontro, Suárez ignora aperto de mão e revolta Evra  

O esperado reencontro entre Luis Suárez e Patrice Evra já começou quente neste sábado. No tradicional aperto de mão entre as equipes, antes da partida entre Manchester United e Liverpool pelo Campeonato Inglês, o atacante uruguaio passou reto quando o lateral francês estendeu a mão. Evra ainda tentou puxar o braço de Suárez, mas o camisa 7 se desvencilhou e seguiu pela fila. O francês ficou revoltado e reclamou até com a arbitragem.

Principal atacante do Liverpool, Suárez ficou suspenso por oito jogos após ter sido considerado culpado de ofender racialmente Evra, na partida do primeiro turno entre os rivais ingleses. O uruguaio alegou inocência, mas acabou recebendo punição pesada da FA (Associação de Futebol da Inglaterra).

Em entrevista ao jornal The Sun, o sul-americano se disse "com a consciência limpa" e que vai guardar para si mesmo o que aconteceu no episódio com Evra. Suárez disse também que sofreu mais por não ter podido ajudar seus companheiros dentro de campo.

Esta não foi a primeira polêmica em campo com Evra após a suspensão de Suárez. No jogo entre Manchester e Liverpool pela Copa da Inglaterra, há duas semanas, em Anfield Road, o lateral esquerdo francês foi vaiado e ofendido a cada vez que tocou na bola.