Sampdoria emite nota de pesar sobre morte de Catê

A morte de Catê, campeão mundial pelo São Paulo em 1992, repercutiu também na Itália. Na noite desta terça-feira, a Sampdoria, um dos clubes do ex-jogador, estampou em seu site oficial uma nota de pesar pela tragédia. O antigo atacante do clube tricolor morreu pela manhã, em acidente automobilístico ocorrido na cidade de Ipê, no Rio Grande do Sul.

"Um acontecimento trágico e com um 'ex-doriano' ocorreu. Com apenas 38 anos, Marco Antônio Lemes Tozze, mais conhecido como Catê, morreu em um acidente de trânsito em Ipê, no Brasil, quando o Fiat Uno em que ele estava viajando colidiu com um caminhão", escreveu o clube, que aproveitou o espaço para relembrar a passagem do jogador pela equipe de Gênova.

"Sampdoria de 1998 a 2000, o pequeno e acrobata brasileiro somou 29 jogos e marcou 2 gols, um na Intertoto e um na Série A, contra o Venezia. À sua família, as profundas condolências da UC Sampdoria", completou o pronunciamento em pequena nota que relembrou o ex-atacante.

Além da Sampdoria, o São Paulo também homenageou Catê nesta terça-feira. O clube do Morumbi também aproveitou o espaço do seu site oficial para relembrar a carreira do atleta, que participou de uma das melhores gerações da história da equipe tricolor.

"É com profundo pesar que o São Paulo FC recebeu a notícia do falecimento do ex-jogador Catê, atleta do clube entre 1991 e 1997 e Campeão Mundial com o Tricolor em 1992", pronunciou-se o time hexacampeão nacional.