Muricy: "Barcelona usou esquema 3-7-0. Se fizéssemos isso, era caso de polícia"

Pouco depois da partida na qual o Santos levou uma "aula de como se joga futebol", como definiu o atacante Neymar sobre a final do Mundial de clubes como Barcelona, o técnico santista, Muricy Ramalho, enfatizou o esquema tático dos espanhóis, segundo ele, o "3-7-0".

Muricy afirmou que, se um time brasileiro usasse esse esquema, seria "caso de polícia".

"Há o costume de se falar que jogar sem atacantes significa não ser ofensivo. Aprendemos que não é assim, e acho que vocês também aprenderam", disse Muricy a jornalistas brasileiros.

O técnico disse ainda ser "difícil de parar o domínio e a posse de bola" do Barcelona, reconhecendo que o time é, realmente, o melhor do mundo.

Indagado sobre possíveis falhas da equipe do Santos, Muricy preferiu reconhecer a superioridade do adversário:

"Não adianta querer começar a procurar defeitos no nosso time", afirmou. "O Barcelona é o melhor time do mundo, e fizemos o que deu para fazer".

>> Barcelona vence o Santos e leva o Mundial de Clubes

>> Números da decisão confirmam superioridade do Barcelona

>> Neymar é eleito o 3º melhor jogador do mundial. Messi leva Bola de Ouro