Mauro Silva diz que Seleção de Dunga é semelhante a do tetra

Portal Terra

ESPANHA - Campeão do Mundo pela Seleção Brasileira na Copa de 1994, o ex-volante Mauro Silva acredita que a equipe comandada pelo técnico Dunga tem muita semelhança com o time do tetracampeonato. O ex-jogador concedeu entrevista ao jornal El País e afirmou que a influência de Parreira, no atual sistema de jogo da Seleção, é muito clara. De acordo com Mauro Silva, está equipe está perto do título porque tem consistência dentro de campo assim como o time de 94 tinha.

O ex-camisa 5 do Brasil relembrou o esquema tático adotado por Parreira na Copa dos Estados Unidos e fez uma relação com a posição dos atuais atletas que fazem parte do time de Dunga. Para o ex-atleta, quando Parreira colocou três volantes (Mauro Silva, Dunga e Mazinho) a imprensa e os torcedores ficaram, definitivamente, contra o treinador. No entanto, Mauro considera que alteração foi fundamental porque deu consistência e solidez ao time. Segundo o campeão mundial, o volante Gilberto Silva faz exatamente o papel que ele fazia e que, se essa Seleção não tem Romário e Bebeto, por outro lado, apresenta jogadores como Robinho e Kaká.

Mauro se recorda que o Brasil nunca havia atuado com quatro defensores e três volantes à frente da defesa e que o time de 94 foi um marco nesse aspecto. O ex-jogador acredita que a Seleção de 1982, de Zico, Sócrates e Falcão certamente seria campeã de um campeonato, no entanto, Copa do Mundo é um torneio diferente. O tetracampeão contou que Parreira tinha a partida e o fracasso contra a Itália, em 82, muito presente e queria evitar que isso se repetisse.