Esquiador cego participará dos Jogos de Vancouver

Portal Terra

VANCOUVER - O esquiador cego Brian McKeever está perto de entrar para a história dos Jogos Olímpicos de Inverno. Se sua convocação para a equipe de esqui cross country for confirmada nesta sexta-feira, o canadense será o primeiro atleta de inverno a competir tanto nas Olimpíadas quanto nas Paraolimpíadas, no qual já conquistou sete medalhas com o irmão Robin servindo como guia.

Nas Olimpíadas, o atleta contará com os 10% de visão que tem e com a memória afiada para tentar a medalha de ouro. - Saber o percurso é muito importante quando você não tem um guia, já que você não pode confiar que alguém vá te ajudar - disse McKeever após vencer a prova de 50 km da Nor-Am contra atletas com visão completa, o que o colocou em vantagem por uma vaga.

Mesmo sem a vaga assegurada, McKeever tem planos ambiciosos. - Minha temporada ideal seria competir nos Jogos Olímpicos e conquistar medalhas nos Paraolímpicos - analisa.

- Seria um desastre me classificar para as Olimpíadas e, em seguida, fazer uma má corrida nas Paraolimpíadas - completou o atleta, que quer abrir espaço a outros atletas com deficiência nos Jogos Olímpicos.

Até agora, apenas cinco atletas disputaram os dois Jogos - todos no verão. Foram eles: a nadadora sul-africana Natalie Du Toit (amputado), a corredora americana Marla Runyan (deficiente visual), a mesa-tenista polonesa Natalia Partyka (nasceu sem a mão e o antebraço direito), a arqueira italiana Paola Fantato (poliomelite) e a arqueira neozelandesa Neroli Susan Fairhall (paraplégico).