Após derrota, Cruzeiro vê exemplos de Flu e São Paulo para Brasileirão

Portal Terra

BELO HORIZONTE - Na 16ª colocação do Campeonato Brasileiro e sem o título da Libertadores, o Cruzeiro passa a ter um temor a partir desta quinta-feira: não repetir a trajetória do Fluminense de 2008. Depois da derrota por 2 a 1 para o Estudiantes na decisão sul-americana, no Mineirão, os cruzeirenses não querem perder tempo e viver situação parecia com a dos cariocas, que deixaram o Brasileiro em segundo plano durante a Libertadores e quase caíram para a Série B.

- Todo mundo fica triste, não tem jeito. Vai demorar para conseguir sair da nossa cabeça. Todo mundo sai muito chateado. Tivemos o exemplo do Fluminense, que ficou de ressaca e quase caiu para a segunda divisão no ano passado. Não pode acontecer o mesmo agora - disse o atacante Thiago Ribeiro.

Se depender dos números, a preocupação do Cruzeiro é mais do que válida. Os dois times têm campanhas idênticas se comparados os desempenhos do Fluminense em 2008 e do Cruzeiro de 2009. Jogando com equipes reservas na maioria destes jogos, os clubes marcaram 10 pontos. Resta saber se os titulares cruzeirenses serão mais efetivos do que os tricolores.

Se depender do atacante Kléber, o Cruzeiro não só vai fazer melhor como ainda pode brigar pelo título. O atual líder, o Internacional, tem 23 pontos e um jogo a mais, situação parecida com a do São Paulo em relação ao Grêmio em 2008. E o titulo ficou com os paulistas.

- O São Paulo buscou depois de tantos pontos perdidos e foi campeão. Por que não podemos fazer o mesmo? - questiona o atacante. Na ocasião, o time paulista ficou 11 pontos atrás do Grêmio e mesmo assim foi campeão. O Cruzeiro volta a campo neste domingo, para enfrentar o Corinthians, no Mineirão.

O São Paulo, inclusive, pode servir de outro exemplo para o Cruzeiro. Em 2006, depois de perder a final da Copa Libertadores da América, o time paulista conquistou o Campeonato Brasileiro. A diferença é que naquele ano o São Paulo já era líder nacional quando perdeu a final continental.