Inter descarta revanche e elogia "excelente" Mano Menezes

Alexandre Praetzel, Portal Terra

PORTO ALEGRE, RS - Quase quatro anos depois de perder o título brasileiro de 2005 de forma polêmica na disputa contra o Corinthians, o Internacional ainda lembra do torneio marcado pelo escândalo na arbitragem. No entanto, o vice-presidente de futebol do clube, Fernando Carvalho, pediu mais uma vez para o grupo esquecer o episódio e descartou qualquer clima de revanche na decisão da Copa do Brasil, no reencontro entre as duas equipes em busca de um título nacional.

- Não podemos ficar remoendo coisas do passado. Naquele momento, fiquei indignado com o que aconteceu, mas é assunto superado. O Inter pensa para frente. Queremos o título da Copa do Brasil, mas respeitamos muito nosso adversário - afirmou o dirigente.

Para Carvalho, mesmo com o clube colorado sendo apontado como melhor elenco do país, não há qualquer tipo de favoritismo na decisão. O cartola também não poupou elogios ao treinador rival, que ganhou fama ao comandar o principal rival colorado no passado, o Grêmio.

- Vamos enfrentar uma equipe muito forte com um dos grandes treinadores do Brasil, Mano Menezes. Considero este profissional excelente. Será a primeira vez que não seremos favoritos em um confronto diante de um grande clube - ressaltou.

A equipe do Beira-Rio vai decidir a Copa do Brasil pela segunda vez na história. Antes, o Internacional conquistou o título em 1992 contra o Fluminense e chegou às semifinais em 1999, sendo superado pelo Juventude.