Iluminado, Marcos diz que devia atuação para a torcida

Portal Terra

SÃO PAULO - Herói da classificação do Palmeiras às quartas-de-final da Libertadores da América, ao defender três pênaltis do Sport e calar a torcida rival na Ilha do Retiro, o goleiro Marcos foi um dos mais festejados da saída do vestiário alviverde no Recife, na noite desta terça-feira. Satisfeito pela atuação decisiva, o ídolo não esqueceu do histórico recente de lesões e das dificuldades que encontrou para voltar aos gramados.

- Me considero um iluminado por Deus, principalmente depois de todas as complicações que tive nos últimos anos - disse Marcos, que citou outro problema extra campo que conviveu recentemente. - Hoje fiz uma partida muito boa, bem segura no tempo normal e dedico à minha mãe e ao meu falecido pai - afirmou o camisa 12, em entrevista à Rádio Jovem Pan.

Pelo longo período em que ficou afastado dos gramados nos últimos anos devido às seguidas contusões e sempre contando com o carinho do torcedor do Palmeiras, Marcos acredita que estava devendo uma atuação de alto nível para retribuir aos fãs. Muito elogiado na saída do estádio, o jogador chegou a lembrar as defesas que fez em 1999, quando parou o Corinthians também na disputa por pênaltis e comandou o time na conquista da Libertadores.

- Me sinto muito feliz e honrado. Acho que eu devia uma atuação como essa para a torcida ultimamente. Tive uma atuação muito boa também contra o Corinthians, em 99, mas grande parte destes jogadores era muito jovem - brincou o goleiro. - Hoje fiz com que a torcida tenha muito orgulho de mim -completou.

Bem humorado, Marcos falou que a emoção da disputa era algo que ninguém no clube gostaria, mas admitiu que a forma que a classificação foi obtida ajuda no decorrer do torneio, além de reconhecer que a sua atuação foi além do esperado. - Saiu até além da conta do que eu esperava fazer. A felicidade de defender três pênaltis é algo que não tem explicação. Talvez se a gente vencesse no tempo normal, não seria tão saboroso como vencer nos pênaltis - comemorou.