Renato Gaúcho dispensa visita de pastor em São Januário

Márcia Vieira, JB Online

RIO - O pastor Clécio Jacinto, 67 anos, da Assembléia de Deus de Benfica, esteve pela segunda vez em São Januário, nesta quarta-feira, para tentar falar com o técnico Renato Gaúcho.

Após o fim do treino, o pastor esperou por Renato e chegou a fazer uma oração a portas fechadas dentro do posto médico com alguns funcionários do clube, mas não conseguiu falar com gaúcho.

- Tive uma revelação com Renato. No sonho ele estava desesperado e pedia ajuda. Vim para trazer paz e ajudar - disse o "pastor-torcedor", que chegou a ser jogador profissional nos anos 60 pelo Sampaio Correa.

Para Renato, a ajuda ao Vasco deverá vir de outros meios:

- Minha ajuda é o grupo, a dretoria e a família. Se der espaço para todo mundo vou me candidatar e ter dez milhões de votos. Não tenho tempo nem para minha família, imagina para outras pessoas.