Contra tabu, Renato Gaúcho arma Fluminense

JB Online

RIO - Precisando derrotar o São Paulo para seguir vivo na Libertadores, o Fluminense não triunfa sobre a equipe paulista por uma diferença de dois gols, no Maracanã, há 40 anos. O técnico Renato Gaúcho, porém, não se preocupa com o tabu.

- Não me preocupo com isso. Cada jogo é um jogo. O que aconteceu nas partidas anteriores não me interessa. Além disso, tabu é para ser superado. Somente após o jogo é que vamos saber se essa marca será batida ou não - avaliou o treinador.

Renato ficou irritado nesta terça-feira ao ser cobrado mais uma vez sobre o time que colocará em campo. O zagueiro Tiago Silva deve ser escalado entre os titulares, mesmo sem estar totalmente recuperado de uma delicada lesão muscular na coxa.

Além disso, depois de ir até à Suíça para acompanhar o seu julgamento na Corte Arbitral do Esporte (CAS), o atacante Dodô já está de volta ao Rio de Janeiro. O jogador desembarcou no final da tarde desta terça-feira e seguiu direto para a concentração tricolor, na zona sul da cidade. Ele disse que quer jogar contra o São Paulo, seu ex-clube.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais