ASSINE
search button

Na estreia de Tite, Flamengo vence o Cruzeiro no Mineirão e retorna ao G-4 do Campeonato Brasileiro

Ayrton Lucas e Pedro, de pênalti, marcaram os gols da vitória; na próxima rodada, o Flamengo joga o Clássico dos Milhões contra o Vasco

Ayrton Lucas e Gerson comemoram gol com Rafael Cabral ainda caído
Foto: Marcelo Cortes/CRF

Se a primeira impressão é a que fica, o Flamengo de Tite pode render bons frutos. Na estreia do ex-técnico da seleção brasileira, o Rubro-negro venceu o Cruzeiro por 2 a 0 nesta quinta-feira (19), no Mineirão, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ayrton Lucas e Pedro, de pênalti, marcaram os gols da vitória - num intervalo de cinco minutos, que deixaram a Raposa pressionada ainda no primeiro tempo.

De quebra, manteve-se a escrita: o Flamengo não perde para o Cruzeiro há cinco anos. A última derrota foi em 8 de agosto de 2018, quando perdeu por 2 x 0, no jogo de ida das 8ª de final da Libertadores, no Maracanã. De lá para cá foram sete jogos, com seis vitórias do Flamengo e um empate.

O Flamengo chega a quatro jogos de invencibilidade, agora com 47 pontos, e ganha posições de Palmeiras e Grêmio, na terceira colocação. Já o Cruzeiro chega a marca de nove jogos sem vencer como mandante. Sete dessas partidas foram no Mineirão, onde a Raposa ainda não venceu na temporada.

Na próxima rodada, o Flamengo joga o Clássico dos Milhões contra o Vasco, que também vem embalado após vitória sobre o Fortaleza em São Januário. Os rivais se enfrentam no domingo (22), às 16h, no Maracanã. O time mineiro também joga clássico contra o Atlético, no mesmo dia e horário, mas na Arena MRV.

Primeiro tempo

O Flamengo dominou a posse de bola nos primeiros 20 minutos, o que não adiantou muito, pois foi o Cruzeiro que teve as melhores chances. A equipe mineira quase abriu o placar em um cruzamento de Marlon, que contou com desvio de Ian Luccas, e Rossi fez grande defesa. A partir dos 25 minutos, o Rubro-Negrou tomou conta do jogo. Aos 38, Ayrton Lucas aproveitou falha de Castán e marcou o primeiro.

Não deu nem tempo do Cruzeiro sentir o baque: dois minutos depois Wesley sofreu pênalti. Pedro cobrou e aumentou a vantagem no placar. 

Segundo tempo 

O Flamengo voltou do intervalo com o regulamento embaixo do braço, controlando o jogo, mas sem criar grandes oportunidades. O Cruzeiro se lançou ao ataque e teve chances de diminuir, levando perigo em dois chutes de fora da área, com Nikão e Lucas Silva, nos quais Rossi soltou a bola na defesa, mas conseguiu recuperar. O grande destaque foi a lesão de David Luiz, que desabou em campo e saiu chorando ainda aos sete minutos.

 

Compartilhar