Apesar de empate, Boavista avança para a final da Taça Guanabara

O Boavista garantiu vaga na final da Taça Guanabara ao empatar com o Volta Redonda em Saquarema pelo placar de 1 a 1. O gol da equipe da casa foi marcado por Caio Dantas. Marcelo marcou para o Volta Redonda. O Verdão enfrenta o Flamengo na decisão no próximo sábado (22).

Melhor campanha do Grupo A no primeiro turno do Campeonato Carioca, o Boavista recebeu o Voltaço com a vantagem de jogar pelo empate para se classificar para a decisão. Mesmo assim, o time de Saquarema foi mais perigoso durante parte da primeira etapa. Aos 29 minutos do primeiro tempo, Jean cobrou uma falta lateral para dentro da área, Caio Dantas cabeceou e a bola bateu em Oliveira, do Volta Redonda, antes de entrar no gol. 1 a 0 para o Boavista.

Precisando da virada, o Volta Redonda adiantou as linhas de marcação para tentar buscar o resultado. Com as duas equipes jogando com intensidade, boas chances para as duas equipes surgiram depois do marcador ser aberto.

O calor em Bacaxá, no entanto, fez com que o ritmo das equipes diminuísse na segunda etapa. O jogo passou a ficar mais pegado e as melhores chances surgiram de bolas paradas. E foi assim que o Volta Redonda chegou ao gol de empate. Aos 35 minutos da etapa complementar, Tartá derrubou Oliveira dentro da área e, com auxílio do VAR, foi marcado pênalti para a equipe visitante. Marcelo bateu e empatou a partida.

Embalado pelo gol, o Volta Redonda seguiu buscando a virada, enquanto o Verdão procurou manter a vantagem. Melhor para o Boavista, que segurou o resultado e está na final da Taça Guanabara.

VAR

O árbitro de vídeo foi utilizado pela primeira vez em uma partida jogada no interior do Rio de Janeiro. Isso porque o Eucyzão é o único estádio fora da capital que é preparado para receber a tecnologia. E ela foi importante durante o jogo.

No primeiro tempo, o gol do Boavista foi confirmado após um suposto toque de mão ser revisto pelo vídeo. Na segunda etapa, o VAR recomendou que o árbitro fosse ao monitor rever contato dentro da área do Verdão. Pênalti marcado para o Voltaço.

Agora, o Boavista decide a Taça Guanabara com o Flamengo no próximo sábado (22), às 18hrs, no Maracanã. O vencedor leva o título do primeiro turno do Carioca. Caso haja um empate, a partida será decidida nos pênaltis. (FolhaPressSNG)

BOAVISTA

Klever, Wellington Silva, Douglas Pedroso, Elivelton e Jean; Fernando Bob, Jefferson Renan (Luís Soares), Erick Flores e Tartá (Thiago Mosquito); Michel (Vitor Faísca) e Caio Dantas

Técnico: Paulo Bonamigo

VOLTA REDONDA

Douglas, Oliveira, Heitor, Daniel e Luiz Paulo; William Mineiro, Bruno Barra, Wallisson (Saulo Mineiro) e Marcelo; Pedrinho e João Vitor (Bernardo)

Técnico: Luizinho Vieira

FICHA TÉCNICA

BOAVISTA 1 X 1 VOLTA REDONDA

Árbitro: Rodrigo Carvalhães de Miranda (RJ)

Assistentes: Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ) e Wallace Barros Santos (RJ)

Cartões amarelos: Erick Flores (Boavista); Bernardo, Pedrinho (Volta Redonda)

Gols: Caio Dantas (Boavista), aos 29 min do 1° tempo, e Marcelo (Volta Redonda), aos 35min do 2° tempo.