Jornal do Brasil

Esportes

Com torcida de arquirrivais, Vasco encara Palmeiras em São Januário

Time tenta encaixar vitórias para garantir vaga na Libertadores 2020

Jornal do Brasil

Na noite desta quarta-feira (6), o Vasco tenta reencontrar a vitória diante do vice-lider do Brasileirão, o Palmeiras, dentro do Caldeirão. O jogo começa às 21h30 (horário de Brasília), em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ). A equipe carioca não vence há três jogos, já os paulistas, sob o comando de Mano Menezes, ganharam 13 das últimas 14 partidas.

“O Palmeiras com o Felipão era uma maneira de jogar. E agora, com o Mano Menezes, ataca mais e a gente se preocupa muito com o Dudu, que é um dos melhores jogadores que tem no Brasil”, analisou Yago Pikachu.

O paraense, que soma 196 jogos com a camisa cruz-maltina, também falou sobre os desfalques vascaínos. Contundido, Henrique está fora na lateral esquerda, e no meio os volantes Richard e Bruno Gomez estão suspensos

“São características diferentes. Henrique é mais defensivo do que o Danilo que deve jogar. No meio ainda tem dúvida porque tem muito jogador à disposição. Não sei quem ele (Luxemburgo) vai escolher”.

O técnico Vanderlei Luxemburgo deve optar por Felipe Bastos e Bruno César como titulares. Pikachu também foi questionado sobre uma possível torcida dos arquirrivais vascaínos. “Não sei se teremos a torcida do Flamengo, mas toda ajuda é boa. Nosso principal objetivo é fazer 45 pontos para que a gente brigue por coisas maiores na competição. Se conseguirmos duas vitórias seguidas esqueceremos a zona do rebaixamento e poderemos pensar em uma vaga na pré-Libertadores".

Depois do Palmeiras, o Vasco encara o CSA no Rei Pelé, em Maceió e também deve ter o apoio de Botafogo e Fluminense que ainda lutam contra o rebaixamento.