Jornal do Brasil

Esportes

Brasileiro acusado de pagar propina a membros do COI é preso nos EUA

Jornal do Brasil

O empresário Arthur Cesar de Menezes Soares Filho foi preso nesta sexta-feira (25) nos Estados Unidos. Ele era considerado foragido da Justiça brasileira desde 2017.

Macaque in the trees
O empresário Arthur Soares Filho (Foto: Divulgação)

Rei Arthur, como é chamado, é réu em duas ações penais do esquema de Sérgio Cabral, apontado como pagador de propina para o ex-governador. Entre as acusações, está o pagamento de US$ 2 milhões a membros do COI (Comitê Olímpico Internacional) para a escolha do Rio de Janeiro como sede da Olimpíada de 2016.

Soares foi detido em Miami, cidade em que vivia com endereço certo e conhecido. Ele permaneceu por dois anos livre nos Estados Unidos sem que os procuradores brasileiros soubessem o motivo oficial dos norte-americanos não executarem sua prisão.

Havia a suspeita de que o empresário havia firmado algum acordo com as autoridades daquele país, mas sem qualquer confirmação oficial.

Não se sabe o motivo da prisão realizada nesta sexta. Rei Arthur já constava na lista de procurados da Interpol há dois anos.

O advogado Nythalmar Dias Filho, que defende o empresário, disse que não rse manifestaria sobre a prisão.(Italo Nogueira/FolhaPressSNG)