'Fizemos história', afirma Gabigol após Flamengo chegar à final da Libertadores

Artilheiro da noite, com dois gols na vitória por 5 a 0 sobre o Grêmio, o atacante Gabigol celebrou a classificação do Flamengo à final da Libertadores. O jogador ressaltou que chegar à decisão é algo que vai ficar marcado, uma vez que a última vez que o time rubro-negro esteve nesta situação foi em 1981, quando se sagrou campeão.

À época, o time de Zico e companhia levantou a taça depois de bater o Cobreloa, do Chile. O título marcou toda uma geração.

Macaque in the trees
Gabriel Barbosa comemora vitória do Flamengo (Foto: Paula Reis/Flamengo)

"Fizemos história, escrevemos nosso nome na página do Flamengo. Claro, temos mais um jogo: a final. Estamos felizes, mas temos, agora, um jogo contra o CSA, pelo Brasileiro, que também é importante", disse.

O camisa 9, que já era artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 19 gols, também chegou ao topo da lista de goleadores da Libertadores, com sete gols.

"Estamos caminhando para fazer história. Não é só o Gabriel, mas o Flamengo inteiro. Temos um time muito bom, focado. Ao meu ver, não é só o Gabriel que está batendo recordes, mas sim o Flamengo", apontou.

O mesmo jogador ser artilheiro do Brasileiro e da Libertadores aconteceu apenas duas vezes até aqui: Coutinho, do Santos, em 62, e Zico, do Flamengo, em 81.

"Espero manter assim, mas, para ser muito sincero, prefiro não ser artilheiro e ser campeão dos dois", afirmou.