Jornal do Brasil

Esportes

Após decisão judicial, Cruzeiro informa que afastou Itair Machado do clube

FolhaPress ENRICO BRUNO

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Por meio de nota oficial, o Cruzeiro informou que acatou a decisão judicial de quarta-feira (10), sobre o afastamento de Itair Machado, vice-presidente de futebol, das atividades na agremiação. A determinação foi feita pelo desembargador Octávio de Almeida Neves, da 12ª Câmara Cível de Belo Horizonte.

"O Cruzeiro Esporte Clube informa que, em cumprimento à decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, antes mesmo de ser oficialmente comunicado, já providenciou o afastamento do Vice-Presidente de Futebol, Itair Machado. Itair esteve na manhã desta quinta (11), na Sede Administrativa do Clube, para repassar pendências relativas ao exercício das suas funções e demais providências administrativas", publicou o clube mineiro, em seu site oficial.

Na noite de quarta-feira, Itair recebeu o comunicado de que deveria se retirar imediatamente do posto na Toca da Raposa II. O afastamento é fruto de uma ação cível movida por conselheiros e sócios do clube. Entre eles, o ex-mandatário Gilvan de Pinho Tavares.

O documento assinado pelo juiz Octávio de Almeida Neves diz: "defiro a tutela de evidência recursal e afasto imediatamente o agravado Itair Machado de Souza do cargo de Vice-Presidente de Futebol do Cruzeiro Esporte Clube".

"Por consequência, o agravado fica impedido de praticar quaisquer atos de gestão inerentes ao cargo de Vice-Presidente de Futebol do Clube e de se valer de qualquer dos poderes outorgados no instrumento de procuração firmado pelo Cruzeiro (documento de ordem 16)", acrescentou.

O afastamento de Itair das atividades no Cruzeiro é confirmado pelo clube faltando menos de oito horas para o confronto da equipe contra o Atlético-MG. Às 20h desta quinta, os rivais se enfrentam no Mineirão, em partida válida pelas quartas de final da Copa do Brasil.