Carille nega erro após perder Fagner por lesão contra o Flamengo

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O técnico Fábio Carille foi questionado se o lateral-direito Fagner ficou de fora do jogo contra o Flamengo, nesta terça-feira (4), no Maracanã, que eliminou o Corinthians na Copa do Brasil, por conta de um erro de estratégia da comissão técnica. O treinador foi indagado se escalou Fagner de forma equivocada no duelo contra o Deportivo Lara, na semana passada, na Venezuela, pois o time já havia vencido o duelo de ida por 2 a 0. Fagner não atuou na derrota para os cariocas por 1 a 0 após sofrer lesão muscular na coxa.

Carille negou qualquer erro de estratégia. Além de dizer que o Corinthians não prioriza nenhuma competição e, por isso, escalou força máxima, o treinador explicou que Fagner não reclamou de problemas e os exames que preveem lesões também não apontaram nada.

"O jogador não relatou problema nenhum. Não priorizamos nenhum campeonato. Os exames não apontaram nada, o atleta não passou nada para nós de qualquer problema. Aconteceu com ele, poderia ser como qualquer um. Grupo é isso. A gente não sabe, já não é a primeira vez que jogadores que vêm se destacando ficam fora em momentos importantes. Mas se a gente tivesse algum risco lá, com certeza eu teria poupado. Mas o relato dele, e os números, não mostraram nenhum risco", afirmou Fagner,

Carille escalou os titulares na Venezuela mesmo com a vitória por 2 a 0 no jogo de ida, em Itaquera. O Corinthians venceu a partida de volta pelo mesmo placar e se classificou para as oitavas de final da Copa Sul-Americana. No entanto, Fagner deixou o duelo lesionado no segundo tempo após sofrer edema muscular na coxa esquerda e, por fim, desfalcou o time contra o Flamengo.

Fagner treinou na última segunda-feira, no CT Joaquim Grava, entre os titulares, mas sentiu a lesão após tentar um arranque. O lateral permanece em tratamento e com avaliações a cada dia. Os exames que apontaram edema foram enviados à seleção brasileira, que diz "acompanhar de perto" a situação do jogador.

Michel Macedo substituiu Fagner e não comprometeu contra o Flamengo, mas não conseguiu armar as jogadas do time e ser "agudo" no apoio ao ataque como o titular da posição. Michel, aliás, quase fez um golaço quando o jogo estava empatado sem gols na segunda etapa. Ele pegou uma sobra e chutou de primeiro de "três dedos" e a bola passou bem perto da trave.

(SAMIR CARVALHO)