Athletico domina time misto do Fluminense e vence na Arena da Baixada

O Athletico não deu chances para o Fluminense e venceu por 3 a 0 na tarde deste domingo (2), na Arena da Baixada, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Com domínio desde o início, o time comandado por Tiago Nunes contou com gols de Lucho González, Rony e Marcelo Cirino para voltar a vencer após dois tropeços. O Flu, com time misto e jogador expulso ainda no primeiro tempo, não jogou a sua melhor partida.
Com o resultado, o Athletico sobe para a 11ª posição, com 11 pontos. O Fluminense é o 15º, com seis - mesma pontuação que o CSA, primeiro time da zona de rebaixamento e que ainda joga na sequência da rodada.
As equipes voltam a campo na quarta-feira (5) pela Copa do Brasil. O Athletico recebe o Fortaleza, enquanto o Fluminense visita o Cruzeiro pelo jogo de volta das oitavas de final.
Já no início da partida, o Athletico mostrou que não daria vida fácil ao Flu. Marco Ruben acertou a trave com um chute da área e criou a primeira boa chance do time da casa. Na segunda oportunidade, o gol. Lucho González recebeu cruzamento dentro da área e abriu o placar aos 20 minutos. Se o 1 a 0 já era bom, melhor ainda para o Furacão quando Airton foi expulso aos 32 minutos. Com vantagem no placar e numérica, o Athletico ampliou aos 37, com Rony. O resultado foi definido no fim do segundo tempo, quando Marcelo Cirino marcou o terceiro dos paranaenses.
O Athletico teve controle do jogo desde o início. Pressionando a marcação na saída de bola do adversário e buscando atacar com velocidade, o time construiu uma vantagem sólida ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, a equipe diminuiu a intensidade, mas seguiu levando vantagem, principalmente por conta da superioridade numérica.
O lateral-esquerdo Renan Lodi ficou de fora da partida deste domingo. Isso porque o Athletico pediu a desconvocação do jogador, que foi chamado pela seleção olímpica para o Torneio de Toulon, mas não teve resposta da CBF. Com isso, Lodi virou desfalque para o confronto deste domingo.

ATHLETICO
Santos; Madson, Lucas Halter, Léo Pereira, Márcio Azevedo; Wellington (Léo Cittadini), Bruno Guimarães, Lucho González (Tomás Andrade); Nikão (Marcelo Cirino), Rony e Marco Ruben.
T.: Tiago Nunes.

FLUMINENSE
Rodolfo; Igor Julião, Nino, Matheus Ferraz (Yuri Lima), Caio Henrique; Airton, Allan, Daniel; Léo Artur (Guilherme), João Pedro e Yony González (Brenner).
T.: Fernando Diniz.

Árbitro: Wagner Reway (PB)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Fabio Rodrigo Rubinho (MT)
Cartões amarelos: Nikão (CAP); Airton, Nino e Guilherme (FLU)
Cartão vermeho: Airton (FLU)
Gols: Lucho González (CAP), aos 20 minutos do primeiro tempo, e Rony (CAP), aos 37 minutos do primeiro tempo, e Marcelo Cirino (CAP), aos 38 minutos do segundo tempo.