Diego perde pênalti, mas Flamengo vence com recorde de público

O Flamengo provou que tem elenco forte e ganhou da Chapecoense no Maracanã por 2 a 1 com tranquilidade em jogo que levou o time reserva a campo. A equipe marcou duas vezes no começo de cada etapa, com Vitinho e Lincoln, e foi superior em toda a partida. Nem o pênalti desperdiçado por Diego fez falta. A Chapecoense ficou atrás no placar logo aos 7 minutos de jogo e não conseguiu oferecer perigo aos donos da casa. Nem a postura mais ofensiva no segundo tempo levou a criar oportunidades de marcar. Com o resultado, a equipe está momentaneamente na 12ª posição com quatro pontos. O Flamengo é o 4º lugar com 7 pontos. Na quarta-feira, é a vez dos titulares irem a campo porque o clube pega o Corinthians na Copa do Brasil. Diego era o jogador mais famoso e considerado o de melhor qualidade técnica em campo. Mas ele não entregou o que era esperado na partida. O fato mais marcante foi perder a chance de dificultar, e muito, a vida da Chapecoense nos acréscimos do primeiro tempo. O pênalti que ele desperdiçou levaria a vantagem de 2 a 0 para o vestiário. Na etapa complementar, o camisa 10 do Flamengo não conseguiu organizar o time. Não carimbava as bolas na saída de jogo e ficou longe de dar passes para colocar companheiros na cara do gol. Ele acabou substituído aos 38 minutos do segundo tempo, recebendo vaias e aplausos.

Macaque in the trees
Jogadores comemoram gol de Lincoln (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

A Chapecoense foi dominada e batida no Maracanã, mas o placar poderia ser mais elástico. O time não volta para Santa Catarina com uma goleada na bagagem porque o goleiro Tiepo pegou pênalti e fez, pelo menos, duas defesas bastante difíceis. OS GOLS Vitinho mostrou personalidade. Ele perdeu uma chance daquelas que não podem ser desperdiçadas no jogo contra o Peñarol pela Libertadores no meio de semana. Mas neste domingo não passou batido. Logo aos 7 minutos, recebeu passe de trivela de Trauco, invadiu a área e rolou rasteiro no canto esquerdo do goleiro Tiepo. No segundo tempo, a defesa da Chape cochilou e deixou o adversário trocar passes na lateral direita até Ronaldo rolar para o meio da área. O prata da casa Lincoln entrou de carrinho na pequena área para completar para as redes. No final, em cobrança de escanteio aos 47 minutos do segundo tempo, Gum descontou de cabeça. PÚBLICO Os jogos de domingo de manhã caíram nas graças do torcedor e hoje os flamenguistas compareceram em peso ao Maracanã quebrando o recorde de público do Campeonato Brasileiro. Foram 61.023 torcedores nas arquibancadas. FLAMENGO Diego Alves, Rodinei, Thuler, Rodrigo Caio e Trauco; Piris da Motta, Ronaldo e Diego (Éverton Ribeiro); Berrio (Bill), Vitinho (Bruno Henrique) e Lincoln. Técnico: Abel Braga CHAPECOENSE Tiepo; Bryan, Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Augusto e Alan Ruschel (Elicarlos); Renato (Rildo), Everaldo e Régis (Arthur Gomes). Técnico: Ney Franco Gols: Vitinho, aos sete minutos do primeiro tempo; Lincoln, aos seis minutos, e Gum aos 47 minutos do segundo tempo Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ) Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS) Cartões amarelos: Diego (F); Bryan, Alan Ruschell, Bruno Pacheco (C)