Luciano 'volta às origens' com Pedro e mira recordes pessoais pelo Flu

Contratado por empréstimo junto ao Leganés, o atacante Luciano chegou ao Fluminense para compor o sistema ofensivo ao lado do artilheiro Pedro. A lesão e consequente cirurgia do camisa 9 abreviou a parceria, que deve ser retomada na partida deste sábado (11) contra o Botafogo, às 16h, no Maracanã, em jogo que deve marcar a volta do jovem para o time titular.
Sem o artilheiro ao lado, coube a Luciano a missão de atuar mais centralizado no setor ofensivo da equipe. A atuação mais próxima do gol adversário rendeu 18 bolas na rede em 48 partidas. Neste ano, o jogador já marcou 13 vezes e está a apenas um de bater a melhor marca na carreira, quando, em 2014, anotou o mesmo número de gols.
Se fizer mais um, ele bate sua melhor marca pessoal, mas precisa de dois para transformar o Flu no clube pelo qual ele mais marcou gols em toda sua vida, já que que foram 20 com a camisa do Corinthians.
Apesar de não ter nascido e crescido nas Laranjeiras, Luciano desenvolveu rapidamente uma identificação com a torcida do tricolor carioca, que reconhece o espírito de luta do atleta, cujo contrato com os cariocas tem validade de três anos.
Boa parte dos gols de Luciano resultaram de combinações com Everaldo, mas a dupla foi desfeita com a iminente ida do antigo parceiro para o Corinthians. Ante o Botafogo, o técnico Fernando Diniz estuda como montar o trio de frente.
"Vou pensar ainda (no substituto do Everaldo). O Guilherme é uma possibilidade, um jogador que conheço bem, acostumado a fazer aquela recomposição", disse o comandante.
A tendência, no entanto, é que Yony e Luciano joguem mais abertos, com Pedro atuando mais dentro da área. O treinador deve ter ainda o retorno de Paulo Henrique Ganso e já conta com o volante Yuri, já regularizado.


LEO BURLÁ