25 anos sem Senna: piloto ainda vive no coração dos brasileiros

Para prestar uma homenagem o Instituto Ayrton Senna (IAS) vai celebrar o legado do piloto

reprodução redes sociais
Credit...reprodução redes sociais

Do Sul ao Norte, o Brasil literalmente parou em frente a televisão no dia 1º de maio de 1994, um clássico domingo de Fórmula 1. Você deve recordar onde estava naquela fatídica manhã. Data em que o país perdeu um dos seus maiores ídolos nacionais: Ayrton Senna.Oseu maior piloto de fórmula 1 e mais do que isso uma referência do esporte.

Era comum os brasileiros acordarem cedinho para ver  Senna entrar 'em campo'. Mas aquela corrida foi diferente e mais do que parar o país, levou os brasileiros ás lágrimas. A notícia que ninguém quer ouvir  e gosta de dar veio após o acidente em Ímola (Itália): "Morreu Ayrton Senna da Silva". 

Macaque in the trees
Imagens de Ayrton Senna, cuja morte completa 25 anos neste 1º de maio (Foto: CPDoc JB)

Naquela época, a internet ainda era novidade e ninguém imaginava o surgimento das redes sociais como facebook e whatshapp, ele conquistou multidões com seu carisma, talento e simpatia - tanto os fãs de automobilismo como aqueles que ele atraiu para este esporte por sua performance e personalidade. 

E nesta quarta-feira (1º) de 2019 marca '25 anos' da morte do ídolo da Fórmula 1 e, mesmo depois de tanto tempo, ele ainda vive nos corações dos brasileiros. O tricampeão segue sendo considerado por muitos como o maior piloto de todos os tempos. 

Para prestar uma homenagem o Instituto Ayrton Senna (IAS) vai celebrar o legado do piloto. "Um dia para celebrar o legado de um ídolo que deixou marcas emocionantes dentro e fora das pistas. Um grande homem que transformou a vida de milhões de brasileiros. É assim que nós da família Senna e da equipe do Instituto Ayrton Senna vivenciamos o dia 1º de maio desde que Ayrton, meu tio, se foi", afirmou Bianca Senna, sobrinha do piloto.

“E lá se vão 25 anos. Nessa data, misturam-se a dor da perda e a alegria ao vermos a concretização de seu grande sonho. Ayrton era um apaixonado pelo seu país e queria que todos os brasileiros pudessem ter a chance que teve para desenvolver plenamente seu potencial e autonomia para escolher o futuro”, completa.

Senna sonhava com um 'mundo melhor'

Bianda ainda ressalta que mais do que filantropia e ajudas esporádicas a uma ou outra causa, o tio sonhava com um futuro melhor para todos os brasileirinhos e brasileirinhas. “E chegou a conversar sobre esse desejo com minha mãe, Viviane Senna.”

Infelizmente, com o acidente em Ímola (Itália), que interrompeu sua vida, Ayrton não teve a chance de conduzir pessoalmente esse objetivo. Mas Viviane seguiu firme com a grande missão: poucos meses depois de sua morte, ela colocou de pé aquele que talvez seja o maior legado de Ayrton: o Instituto Ayrton Senna.

Vinte e cinco anos depois, essa missão se transformou numa organização referência em educação, que produz conhecimento e o aplica em larga escala em parceria com estados e municípios. Isso nos possibilitou impactar mais de 230 mil professores por meio de nossas formações, que, por sua vez, impactaram mais 26 milhões de alunos em todo o Brasil. É realmente motivo de orgulho.

“No entanto, um dos maiores desafios que enfrentamos diariamente é a conscientização da população sobre quão importante é dar acesso a uma educação de qualidade para todos. Todos conhecem a sua importância, mas grande parte não compreende quão ruim ela está e a consequência que isso causa na vida de milhões de crianças e jovens”, destaca ela.

Para reverter esse quadro, investimos muito em advogar pela causa. Fazemos isso inspirando a construção de políticas públicas melhores, mobilizamos diversos atores sociais sobre a urgência desse assunto e fazemos nossa parte, criando novas tecnologias educacionais, que nascem sempre com a premissa da escala, atacando problemas graves como o analfabetismo, a distorção idade-série e a evasão escolar.

É muito bom saber que, ao longo desses 25 anos, nosso pioneirismo e influência serviram para algumas mudanças de paradigma na sociedade, entre elas a mensuração de resultados educacionais e a importância de criar propostas escaláveis. Também fomos um dos pioneiros em repensar a educação para o século 21 e uma nova abordagem para o desenvolvimento das habilidades socioemocionais como, entre outras, colaboração, criatividade e persistência, tão fundamentais para a vida.

Para apoiar esse sonho, minha família decidiu ceder integralmente as marcas Ayrton Senna e Senninha para a concretização do instituto. O marketing de causa, outra frente bastante utilizada por nós, lançou um olhar das empresas para a educação, despertando a sociedade para o tema e viabilizando mais projetos pelo país.

“É por todo esse legado deixado por meu tio que, nesta quarta-feira (1º), faremos uma grande festa para celebrar o ídolo nacional, que nos deixou valores como determinação, garra, humildade, respeito ao próximo e trabalho em equipe.”

Será o “Senna Day Festival”, que reunirá atividades de esporte, música e velocidade para toda a família no autódromo de Interlagos, em São Paulo. O objetivo é reviver a felicidade dos domingos de manhã, quando Ayrton corria, e dar a chance para os que viveram esses dias poderem compartilhar com os mais novos a emoção daqueles momentos.

Campanha do instituto

O 1º de maio deste ano também marca o lançamento da campanha de marketing do instituto #MeuEducadorMeuÍdolo, que mostra os educadores como os verdadeiros ídolos e heróis do Brasil.

Para aqueles que conviveram com Ayrton, será o dia de lembrar sua preocupação com as pessoas, sua generosidade e seu grande coração. Lembrar ainda que, apesar da breve passagem por este mundo, conseguiu transformar a vida de muitas pessoas e inspirar tantas outras.



Ayrton Senna
Imagens de Ayrton Senna, cuja morte completa 25 anos neste 1º de maio