"Tudo sob controle" para Pelé, que se recupera de infecção urinária

O ex-jogador Pelé, 78 anos, foi hospitalizado em Paris devido a "uma infecção urinária" que "está sob controle", informaram nesta quarta-feira à AFP fontes concordantes, um dia depois do eterno camisa 10 da Seleção participar na capital francesa de um evento com o jovem atacante Kylian Mbappé.

"Ele teve uma infecção urinária, mas está tudo sob controle. Os médicos deram antibióticos, tem que passar um ou dois dias" até que ele se recupere completamente, garantiu uma fonte da assessoria de imprensa do ex-jogador.

Macaque in the trees
Pelé (Foto: FRANCK FIFE / AFP)

Outras fontes haviam informado mais cedo sobre uma "infecção" que havia provocado uma "pequena febre" e que sua hospitalização aconteceu devido a uma simples medida de "precaução" antes de "uma longa viagem" de volta ao Brasil, confirmando assim uma informação da emissora RMC.

Segundo o site Globo Esporte, Pelé deverá receber alta "na quinta-feira depois de realizar exames suplementares".

A frágil saúde de Pelé, único jogador a conquistar três Copas do Mundo (1958, 1962, 1970), tem sido uma fonte de preocupação nos últimos anos.

Um primeiro encontro em Paris com Mbappé, organizado por um patrocinador em comum das duas estrelas, já havia sido cancelado em novembro do ano passado por este motivo.

Nos últimos anos, Pelé tem sido visto em público em cadeiras de rodas ou precisando de um andador e, em 2016, não teve condições físicas de acender a tocha olímpica nos Jogos Olímpicos do Rio.

O mundo do futebol chegou a temer pela vida de seu eterno Rei em novembro de 2014, quando Pelé foi internado na unidade de tratamento intensivo após uma infecção urinária que o obrigou a passar por uma hemodiálise.

 

adc/dhe/am