Flamengo: sobrevivente tem evolução considerável

O Flamengo divulgou na tarde de ontem um novo boletim médico para atualizar a situação dos três jogadores feridos que sobreviveram ao incêndio no Ninho do Urubu, ocorrido na última sexta-feira. Cauan Emanuel, de 14 anos, saiu do Centro de Tratamento Intensivo (CTI) e foi para o quarto. O jogador se aproxima de ser o primeiro dos feridos a receber alta do hospital. Já Francisco Dyogo ainda tem dificuldades para respirar, e segue no CTI, mas com boa evolução.

"Os dois atletas permanecem em tratamento no CTI, recebendo antibióticos venosos e suporte por máscara de oxigênio", declarou o Flamengo na nota oficial divulgada. Os dois jogadores receberam visitas dos seus familiares, que saíram animados com o estado clínico dos jovens.

Já o atleta Jhonata Ventura continua internado em estado grave no Hospital Municipal Pedro II. O jogador, de 15 anos, teve 35% do corpo queimado e está sedado. "Ele passou as últimas 24 horas sem intercorrências e alterações laboratoriais, está estável hemodinamicamente e sedado, com melhora dos parâmetros respiratórios, e permanece no CTI", informou o rubro-negro na nota.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais