Jornal do Brasil

Esportes

Flamengo goleia Paraná, vence a 3ª seguida e assume vice-liderança provisória

Jornal do Brasil

O Flamengo confirmou a boa fase e o favoritismo e venceu o lanterna e virtual rebaixado Paraná neste domingo com facilidade por 4 a 0, no estádio Durival Britto, em Curitiba, pela 30.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado coloca o time carioca na vice-liderança da tabela de classificação, ao menos provisoriamente.

O time rubro-negro tem, agora, 58 pontos, quatro a menos que o líder Palmeiras e permanecerá na segunda posição se o Internacional, que tem 56, não vencer o Santos nesta segunda-feira, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, no encerramento da rodada.

Já o Paraná, que não vence uma partida desde a 14.ª rodada, fica estacionado nos 17 pontos, amargando a lanterna. O time paranaense tem, segundo os matemáticos, 99% de chances de ser rebaixado. Precisaria vencer todos os seus jogos, além de torcer para um combinação pouco provável de resultados para protagonizar um milagre e ficar na primeira divisão nacional.

Com a dura goleada sofrida em casa, o Paraná acumula 16 jogos sem vencer nesta edição do Brasileirão e tem a pior sequência da história dos pontos corridos. O jejum atual é maior que o de São Caetano (2006) e América-RN (2007).

Invicto há quatro jogos, período que coincide com a chegada do técnico Dorival Junior, o Flamengo chegou à sua terceira vitória consecutiva com naturalidade. Lucas Paquetá abriu a contagem no primeiro tempo e Vitinho, Uribe e Henrique Dourado, este nos acréscimos, definiram o triunfo na etapa final.

O resultado positivo coloca pressão no Palmeiras, justamente o adversário da próxima rodada, e dá ainda mais importância ao duelo direto na briga pelo título da competição. O time carioca recebe o rival paulista no sábado, às 19 horas, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, e terá força máxima, já que nenhum jogador pendurado recebeu cartão amarelo, ao contrário do adversário, que perdeu quatro atletas por suspensão.

Macaque in the trees
Tabela da 30 rodada do Campeonato Brasileiro (Foto: arte/JB)

Jogo

Armado para pressionar o rival em seu campo de ataque e forçar o erro, o Flamengo dominou a partida desde o início e construiu o resultado elástico de forma natural. Entrosado, o time de Dorival Junior fez valer a qualidade técnica sobre a fragilidade do rival virtual rebaixado e foi preciso nas vezes em que chegou ao ataque.

O primeiro gol saiu dos pés de Lucas Paquetá, aos 18 minutos. O meia, que defenderá o Milan em 2019, recebeu de Uribe e bateu na saída de Richard para marcar. No lance, o atacante pressionou a saída de bola e contou com o erro do defensor para ficar com a bola e servir Paquetá.

Compacto e intenso na marcação, o Flamengo não diminuiu o ritmo no segundo tempo e construiu uma goleada. Vitinho ampliou o placar aos seis minutos. O atacante aproveitou corte errado da defesa paranista dentro da área e bateu firme, com precisão, no canto direito.

Cinco minutos depois foi a vez de Vitinho servir Uribe em contra-ataque definido pelo atacante colombiano com categoria ao tocar por cima de Richard. A fase é tão boa que a torcida que antes criticava boa parte do elenco chegou a gritar o nome de Uribe após o gol.

Com um a mais em campo após a expulsão de Raphael Alemão por falta muito dura em Renê e com Diego, Geuvânio e Henrique Dourado em campo, o Flamengo fechou a contagem aos 45 minutos. O centroavante pegou rebote de Richard após bela jogada de Diego e, sem goleiro, não teve dificuldade para marcar.

 

Ficha técnica

Paraná 0 x 4 Flamengo

Paraná - Richard; Júnior, René (Raphael Alemão), Rayan e Igor; Jhonny Lucas, Alex Santana, Deivid (Jean Lucas) e Mansur; Silvinho (Leandro Vilela) e Rafael Grampola. Técnico: Dado Cavalcanti.

Flamengo - César; Pará, Léo Duarte, Réver e Renê; Cuéllar, Willian Arão (Henrique Dourado), Lucas Paquetá, Everton Ribeiro (Diego) e Vitinho (Geuvânio); Uribe. Técnico: Dorival Junior.

Gols - Lucas Paquetá, aos 18 minutos do primeiro tempo; Vitinho, aos 6, Uribe, aos 11, e Henrique Dourado, aos 45 minutos do segundo tempo.

Cartão Amarelo - Jean Lucas (Paraná).

Cartão Vermelho - Raphael Alemão (Paraná).

Árbitro - Braulio da Silva Machado (SC).

Renda - R$ 269.185,00.

Público- 4.271 pagantes (5.143 no total).

Local - Estádio Durival Britto, em Curitiba (PR).



Recomendadas para você