Jornal do Brasil

Esportes

Vasco vence reservas do Cruzeiro e respira na luta contra o rebaixamento

Jornal do Brasil

Depois de uma sequência de três empates, o Vasco voltou a vencer no Campeonato Brasileiro, na tarde deste domingo, em São Januário. Diante de um Cruzeiro formado por reservas, o time do técnico Alberto Valentim contou com gols de Yago Pikachu e Maxi López para conquistar uma vitória por 2 a 0, em jogo válido pela 29.ª rodada.

Apesar do jejum anterior de três jogos sem vencer, agora o time vascaíno não perde há cinco rodadas. Com o resultado, chegou aos 34 pontos e está provisoriamente na 13.ª colocação, a três pontos da zona de rebaixamento. O Cruzeiro, por sua vez, segue com 37 pontos, em nono lugar.

Macaque in the trees
Yago Pikachú (e) e Maxi Lopes comemoram gol durante partida Vasco x Cruzeiro, válida pela 29 rodada do Campeonato Brasileiro 2018, realizada no estádio de São Januário, na tarde desse domingo (14/10). (Foto: IDE GOMES/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO)

Com a cabeça na final da Copa do Brasil, contra o Corinthians na próxima quarta-feira, o técnico Mano Menezes mandou o Cruzeiro a campo com o time reserva, mas isso não facilitou as coisas para o Vasco. Os dois times fizeram um primeiro tempo bastante morno, com muitos erros e poucas chances de gol.

A melhor oportunidade foi aos nove minutos, para o lado cruzeirense, quando David chutou e a bola desviou em Werley, quase enganando Fernando Miguel, que defendeu de forma estranha e mandou para escanteio. Depois disso, o Vasco ficou mais tempo com a bola e buscou o campo de ataque, mas não teve o menor sucesso na missão de levar perigo ao adversário.

Logo no início do segundo tempo, o Vasco finalmente chegou com perigo e foi às redes. Com apenas três minutos de bola rolando, Fabrício cruzou da linha de fundo, Maxi López fez um corta-luz e Yago Pikachu bateu de esquerda para fazer. Autor da assistência, Fabrício chegou a ser tema de um canto da torcida pedindo que ele fosse tirado do jogo durante o primeiro tempo. Quando foi substituído, aos 20 minutos da etapa final, saiu aplaudido.

Em vantagem no placar, os vascaínos recuaram e passaram sufoco com algumas investidas do Cruzeiro. Ainda assim, aguentaram firme e chegaram ao segundo gol aos 24 minutos, quando Maxi López roubou bola de Lucas Silva, girou e bateu com capricho, sem chances para o goleiro Rafael. Dois minutos depois, aos 26, Mancuello foi expulso e o time cruzeirense ficou com um a menos, o que fez com que o Vasco jogasse os minutos finais mais tranquilo e sem correr riscos.

O Cruzeiro volta a campo às 21h45 da próxima quarta-feira para decidir o título da Copa do Brasil com o Corinthians, em São Paulo. Pelo Brasileirão, joga às 19 horas do próximo domingo, no Independência, contra a Chapecoense. O Vasco tem compromisso um dia antes, no sábado, quando visita o Sport na Ilha do Retiro.

Macaque in the trees
Tabela ao fim da 29ª rodada (Foto: Arte/JB)

FICHA TÉCNICA:

VASCO 2 X 0 CRUZEIRO

VASCO - Fernando Miguel; Luiz Gustavo, Werley, Leandro Castan (Oswaldo Henríquez) e Ramon; Andrey, Bruno Consedey (Henrique), Fabrício (Giovanni Augusto), Yago Pikachu e Bruno Ritter; Maxi López. Técnico: Alberto Valentim.

CRUZEIRO - Rafael; Ezequiel, Cacá, Murilo e Patrick; Bruno Silva (Sassá), Lucas Silva, Mancuello e David (Rafael Santos); Rafael Sobis e Fred (Raniel). Técnico: Mano Menezes.

GOLS - Yago Pikachu, aos três, e Maxi López, aos 24 minutos do segundo tempo.

ÁRBTIRO - Marcelo Aparecido Ribeiro (SP).

CARTÕES AMARELOS - Andrey , Luiz Gustabo, Werley, Leandro Castan e Maxi López (Vasco); Bruno Silva e Rafael Sobis (Cruzeiro).

CARTÃO VERMELHO - Mancuello (Cruzeiro).

RENDA - R$ 249.945,00.

PÚBLICO - 11.376 total (10.841 pagantes).

LOCAL - São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).



Recomendadas para você