Jornal do Brasil

Esportes

Fla deve repetir time após dez jogos

Jornal do Brasil

Em um calendário tumultuado como o do futebol brasileiro, encontrar um time ideal e repeti-lo à exaustão torna-se missão quase impossível para um clube que disputa diversos campeonatos em paralelo. Muito por conta disso, o Flamengo completou na última sexta-feira, contra o Corinthians, dez partidas seguidas com escalações diferentes. No Fla-Flu do próximo sábado, no entanto, Dorival Júnior deve encerrar essa sequência.
Lesões, convocações para seleções e trocas constantes em todos os setores do campo, sobretudo no ataque, ajudam a entender essa rotina que já dura desde o dia 26 de agosto, quando o rubro-negro empatou em 2 a 2 com o América-MG, no Independência. Na ocasião, Maurício Barbieri
escalou os 11 jogadores que haviam entrado em campo no triunfo de 2 a 0
sobre o Vitória, três dias antes.
Como deve seguir sem Diego Alves e Diego, lesionados, Dorival treinou ontem com a mesma equipe que goleou o Corinthians fora por 3 a 0. No decorrer na atividade, o treinador testou Rodinei e Rômulo nas vagas de Pará e Cuéllar, mas essas mudanças dificilmente serão postas em prática no clássico do fim de semana.
Titular nos dois jogos sob o comando do novo técnico, e sem ser substituído, Willian Arão encheu Dorival Júnior de elogios. O volante destacou o estilo intenso que vem sendo adotado pelo Flamengo.
“A primeira impressão do Dorival é muito boa. Nunca tinha trabalhado com ele, mas tinha jogado contra. Eram times com intensidade muito alta, e é isso que ele nos pede”, declarou.



Recomendadas para você