Jornal do Brasil

Esportes

De volta ao Flamengo, Dorival se diz preparado para 'Copa do Mundo ampliada'

Jornal do Brasil

O Flamengo apresentou, na manhã deste sábado, o seu novo técnico, em Salvador. Dorival Júnior já chegou trabalhando e fará sua estreia na partida contra o Bahia, neste sábado, às 21h, na Fonte Nova, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

>>Acompanhe minuto a minuto Flamengo X Bahia

Esta é a segunda passagem do técnico, que foi demitido do São Paulo no início do ano, pelo time rubro-negro. Em 2012/2013, ele foi o primeiro treinador da gestão do presidente Eduardo Bandeira de Mello. Em sua volta, Dorival traz o auxiliar Lucas Silvestre e o analista de desempenho Leonardo Porto.

Durante a coletiva, o técnico enfatizou que o momento é de trabalhar bastante, focar nos 12 jogos que restam para o término do Campeonato Brasileiro e buscar a arrancada final rumo ao título. Além disso, minimizou o contrato curto, válido até o final deste ano, e disse que está pronto para a "Copa do Mundo ampliada".

"Nessas 12 partidas, nós teremos uma Copa do Mundo ampliada com cinco jogos a mais. Espero poder contribuir com tudo aquilo que aprendemos ao longo dos anos. É um momento importante do clube", disse. "Será fundamental ter postura de uma equipe que queira ter os resultados. É um tiro curto, sim, eu tenho consciência disso e me sinto preparado para ajudar o Flamengo a atingir seus objetivos", continuou.

Dorival não realizou nenhum treino com a equipe, mas revelou que não terá dificuldades em implementar seu estilo, que, segundo ele, se assemelha ao de Barbieri, a quem teceu elogios.

"Me agrada muito a maneira como o Barbieri prepara suas equipes. Se assemelha muito com o que sempre pensei e gostei do futebol. Nossos conceitos se aproximam muito e eu acredito nesse tipo de jogo, nesse tipo de conceito. O Flamengo demonstrou isso ao longo de muitas partidas na temporada. Me fez acreditar que podemos resgatar o tipo de futebol que consagrou o futebol brasileiro", avaliou.

Dorival não considera ideal um contrato curto, com apenas 12 jogos pela frente, mas explicou que aceitou o convite pela convergência de ideias com o clube.

"O natural seria que todo profissional se resguardasse um pouco, mas percebo no time do Flamengo uma proximidade muito grande com o que eu acredito. Por isso foi tudo rápido e direto. Vou intensificar tudo o que tenho visto no time".



Recomendadas para você