Doria se mantém à frente de Skaf em SP

Na corrida ao Senado, Eduardo Suplicy tem 36,7% e lidera com folga

Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas, divulgado ontem, confirmou a liderança folgada do ex-prefeito João Doria, do PSDB, na disputa para governador de São Paulo. Doria tem 31,1% das intenções de voto, contra 21,1% do segundo colocado, o presidente licenciado da Fiesp Paulo Skaf, pré-candidato do MDB. Em terceiro lugar, com  7,9%, aparece o atual governador de SP, Márcio França (PSB), que tenta a reeleição. O petista Luiz Marinho ocupa o quarto lugar, com 5,%. 

Na simulação que submete aos eleitores apenas os quatro primeiros colocados, as intenções de voto em João Dória sobem para 32,6%, enquanto Paulo Skaf vai a 22,6%. Márcio França também melhora para 8,6% e Luiz Marinho chega  a 5,9%.  A opção nenhum dos candidatos soma 22,9%, ficando acima, portanto, da preferência por Skaf. O pré-candidato mais rejeitado pelos eleitores é  Luiz Marinho (57,8%), seguido de Márcio França (54,9%). No mesmo critério, 47% não votariam de jeito nenhum em  Paulo Skaf e 44%, em João Doria. 

Na corrida para o Senado, o carismático vereador Eduardo Suplicy, do PT, tem situação bastante confortável. Ele está à frente com 36,7% das intenções de voto. Após a desistência do apresentador  José Luiz Datena, a senadora Marta Suplicy (MDB) assumiu o segundo lugar, com 20,9%. Mas, na disputa pela segunda vaga ao Senado, ela é ameaçada pelo vereador Mario Covas Neto, do Podemos, aliado de Márcio França, que somou 14,5% das indicações. Em quinto, com 13% está o deputado federal Major Olímpio, presidente do PSL-SP, integrante da campanha de Jair Bolsonaro.

A pesquisa do Instituto Paraná foi realizada numa amostra de 2000 eleitores em 84 municípios de São Paulo, entre os dias  12 e 17 de julho. A margem estimada de erro é de 2,0%.