Partidos corruptos são punidos em eleições municipais

Reuters publicou matéria analisando resultados de votações locais

Nesta segunda-feira (3) após os resultados das eleições municipais realizados pelo Brasil a agência de notícias Reuters de Londres publicou uma matéria onde analisa os resultados.

Segundo a reportagem os partidos políticos brasileiros envolvidos no enorme escândalo de corrupção da Petrobras, incluindo o PMDB do presidente Michel Temer, sofreu grandes reveses nas eleições municipais de domingo (2) que optaram por candidatos da direita em cidades-chave.

A Reuters observa que o empresário João Doria do Partido Social Democrata Brasileiro, ou PSDB, foi vencedor absoluto na corrida para prefeito de São Paulo, a maior cidade do Brasil. O Partido dos Trabalhadores, ou PT, da ex-presidente Dilma Rousseff, que foi cassada em agosto, foi o grande perdedor. Os eleitores puniram o partido, que governou por 13 anos, pela realização do maior escândalo de corrupção política do Brasil e uma economia atingida pela pior recessão desde os anos 1930.

O noticiário acrescenta que o PT perdeu quatro das cinco capitais que tinha representantes, incluindo São Paulo, grande potência econômica do país onde o partido de esquerda nasceu. O PT perdeu dois terços dos municípios que ganharam em 2012, caindo de terceiro para 10º lugar no número de prefeitos por partidos. 

Reuters afirma que o PMDB,  partido de Temer, perdeu sua força de longa data sobre a cidade do Rio de Janeiro, que acabou de realizar o que muitos consideravam uma Olimpíada de sucesso sem dinheiro. Em vez disso, um pregador evangélico conservador, o senador Marcelo Crivella, terá de enfrentar um segundo turno contra Marcelo Freixo do Partido do Socialismo e Liberdade, ou PSOL, uma dissidência de esquerda do PT, para decidir quem leva a prefeitura do Rio.

As primeiras eleições desde que Dilma Rousseff foi afastado do cargo serviram como um teste para os principais partidos políticos do Brasil que se preparam para a corrida presidencial de 2018, afirma a Reuters.

A vitória de Doria em São Paulo irá reforçar a candidatura de Geraldo Alckmin em 2018 pelo governado do Estado. O PSDB também venceu em Belo Horizonte, terceira maior cidade do país, de acordo com a Reuters.